Categoria: Toronto (page 1 of 5)

Conheça Toronto: vida noturna e gastronomia

Se você está pensando em viajar para Toronto nos próximos meses, saiba que a cidade guarda opções de passeios para todos os públicos. Já fizemos um post sobre o que fazer em Toronto. E para quem não dispensa curtir a noite ao lado de pessoas especiais, a maior cidade do Canadá também conta com uma vida noturna agitada com ótimos restaurantes, barzinhos, baladas e shows.

Aproveite as suas próximas férias com os pacotes de viagens para Toronto do ViajaNet! Há ótimos pontos turísticos: lanchonetes temáticas, monumentos e até estádios esportivos. Para aproveitar ainda mais a viagem internacional, separamos algumas dicas para aproveitar a vida noturna em Toronto. Confira!

Pontos turísticos para visitar à noite

CN Tower: vista panorâmica da cidade

Já pensou observar Toronto 553 metros acima do chão? O terceiro maior prédio do mundo, CN Tower, traz ótimas vantagens aos turistas: uma bela paisagem e restaurantes com uma gastronomia de dar água na boca. Há quatro níveis de observação, e um deles conta com o Piso de Vidro, garantindo uma visão ainda mais privilegiada da cidade. Nossa dica para o jantar é o restaurante giratório, que percorre 360 graus com uma vista impressionante.

pontos turisticos de toronto

Visite o Rogers Centre

Você já sentiu a energia de um estádio de esportes? Quem visita o Rogers Centre durante a noite fica ainda mais impressionado com as luzes e a arquitetura do espaço. Um dos principais destaques é o teto retrátil, que garante ótimas partidas mesmo na chuva. Outro diferencial é o tamanho impressionante: há espaço para mais de 50 mil espectadores. Vale a pena conferir a agenda e ver qual evento do estádio mais combina com você.

rogers centre

Encontre a diversão no Entertainment District

Neste local, é possível achar os mais diferentes tipos de atrações para curtir durante a noite: teatros, baladas, bares e locais para jantar. Como o local é bastante grande, é bem fácil de encontrar informações sobre o que acontecerá na região. Há desde shows de rua até exposições gratuitas. Além disso, o Entertainment District conta com um público diverso e turistas de vários cantos do mundo.
centro de toronto

Barzinhos e baladas

Maná: brasileiros e canadenses em um lugar só

O Canadá recebe brasileiros de braços abertos. Há muitos turistas do nosso país na região, então, vale a pena conhecer o local que junta a cultura do Brasil com o público de Toronto. No Maná Bar & Lounge, é possível provar desde uma deliciosa feijoada até drinques com um toque especial do país. Essa combinação vem agradando moradores e visitantes da região, então, coloque-a no seu roteiro de viagem.

Maná - Toronto

Assista algo no Real Sports Bar and Grill

Este popular barzinho de Toronto conta com uma energia que todos precisam conhecer. O espaço é bastante amplo e conta com diversas telas para assistir a jogos de futebol do país. Localizado em uma região bastante frequentada, o Real Sports Bar and Grill é uma ótima pedida para se divertir ao lado dos amigos.

toronto real sports

(reprodução Pinterest)

Dance à vontade na boate Zanzibar

Muito conhecido por ser uma das baladas mais antigas do Canadá, o Club Zanzibar conta com uma animação que agrada muitas pessoas em Toronto. A arquitetura, que é vestida por um show de luzes, garante ótimas fotos e um clima descontraído. Aproveite também a pista de dança para todos os estilos: do jazz ao pop, do latino ao rock.

balada toronto

Rebel Toronto: festas e mais

Para quem deseja conhecer balada em Toronto, esta casa de shows conta com uma agenda recheada, basta escolher o evento que mais combina com você e seus companheiros de viagem. Há opções para quem gosta de música eletrônica, reggae e até show ao vivo de bandas famosas. Para aqueles que desejam aproveitar ainda mais a infraestrutura do espaço, pode-se reservar um espaço vip ou camarote.

rebel toronto

(reprodução Pinterest)

Restaurantes de Toronto para visitar durante o dia e à noite

Richmond Station

Se, para você, jantar em um restaurante significa provar pratos refinados e com temperos especiais, precisa conhecer o Richmond. No vasto cardápio, é possível encontrar pratos canadenses com ingredientes exóticos e outros tradicionais, com queijos e molhos especiais. Além disso, conte com um ótimo atendimento e locais agradáveis para sentar.

culinária Toronto

Hard Rock Cafe

Você já ouviu falar desta famosa rede de lanchonetes, certo? O Hard Rock de Toronto oferece sanduíches deliciosos e ótimas bebidas para acompanhar. Para quem gosta de música, a atmosfera do espaço é bastante agradável para conhecer ao lado de pessoas especiais. O espaço conta com muitas mesas e cadeiras, instrumentos musicais de artistas famosos e até shows ao vivo.

hard rock cafe toronto

The Lockhart

Inspirado no universo da saga Harry Potter, o Lockhart é um restaurante com cara de bar que serve bebidas e comidas inspiradas no universo do bruxinho. Há hambúrgueres com recheios especiais e até poções que são servidas em cálices e copos em formato de caveira. Outra dica é conferir os shows de pirotecnia que acontecem ao vivo de acordo com a agenda da lanchonete.

lanchonete harry potter toronto

(reprodução Pinterest)

Curtiu algum dos atrativos de Toronto? Então, aproveite e conheça ainda mais a cidade com os pacotes do ViajaNet! Você conhecerá diversos pontos turísticos com total conforto, praticidade e diversão. Aproveite nossas facilidades de pagamento e faça a viagem dos seus sonhos.

Conheça Toronto, uma cidade repleta de arte e cultura

Visite grandes museus, teatros históricos, galerias encantadoras e muito mais

O Canadá é um país com uma das melhores qualidades de vida do mundo, e isso faz com que muitos turistas tenham o sonho de conhecer esse destino. Toronto é a maior cidade canadense e não deixa a desejar quando o quesito é arte e cultura. Um lugar extremamente rico em diversidade étnica, a qual é evidente nas atrações turísticas como é o caso de museus, galerias, entre outros pontos famosos.

Você pode viajar até Toronto e aproveitar toda essa diversidade cultural com a ajuda do ViajaNet. Com as nossas promoções de pacotes de viagens, você economiza muito mais e ainda torna o seu passeio mais prático, pois fecha a sua passagem juntamente com a acomodação na cidade canadense. Não perca essa oportunidade de passar por uma viagem inesquecível pagando menos.

Toronto: uma cidade que respira cultura

Passar por Toronto e não aproveitar todas as opções de cultura e a variedade artística é praticamente impossível. Isso se deve ao fato de a cidade oferecer inúmeras oportunidades de estar em contato com isso. Selecionamos alguns pontos turísticos incríveis para você conhecer.

Se surpreenda com a Casa Loma

A Casa Loma é o lugar ideal para complementar todo o seu repertório cultural. O local fica em um ponto alto da cidade e abriga um palácio, o qual foi construído no século XX e hoje funciona como um museu. O lugar conta com um acervo recheado de obras de arte interessante e bem curioso. Além disso, os visitantes conhecem histórias bem intrigantes sobre o passado do castelo.

Veja um pouco mais sobre a Casa Loma no post do nosso blog.

Casa Loma em Toronto

Conheça o incrível Royal Ontario Museum

Os admiradores de museus costumam ficar boquiabertos com esse lugar. O Royal Ontario Museum é o maior museu de todo o Canadá e um dos 10 maiores do mundo. O acervo do local é de nada menos que 6 milhões de peças e mais de 40 galerias de arte. Você pode encontrar história e arte de todos os cantos do mundo, como múmias conservadas em ótimo estado, fósseis gigantes de dinossauros, entre outras coisas.

Conheça um pouco mais sobre o Royal Ontario Museum em nosso blog.

Royal Ontario Museum

Gardiner Museum: uma experiência diferente

O Gardiner Museum é o único museu de todo o Canadá voltado exclusivamente para as obras de arte em cerâmica. O local, que já foi premiado várias vezes, fala sobre o desenvolvimento da cerâmica. É possível ter contato com diferentes formatos e decorações, todas desenvolvidas com o mesmo material. Pode-se aproveitar também lojas e cafés bem conhecidos, tudo dentro do próprio local.

Gardiner Museum em Toronto

Respire história no Fort York

O Fort York é um forte militar histórico, o qual se tornou um museu aberto ao público e abriga toda a história sobre a batalha de York, em 1813. O local exibe casas da época totalmente restauradas e conta com guias para os visitantes. Ainda é possível ver demonstrações de armas e músicas, tudo ligado à batalha.

Fort York Toronto

The Bata Shoe Museum: história em forma de sapato

O The Bata Shoe Museum fica no coração de Toronto e é um local conhecido mundialmente. O museu possui mais de 13 mil pares de sapatos que fizeram parte da história de alguma forma. A arquitetura do lugar encanta por si só e complementa ainda mais o passeio.

The Bata Shoe Museum

O centenário teatro Royal Alexandra

O Teatro Royal Alexandra já possui mais de 100 anos de história e é considerado uma obra-prima mundial. O local já apresentou mais de 3 mil espetáculos, entre eles: Mamma Mia, os Miseráveis e Vidas Privadas.

teatro Royal Alexandra em Toronto

Visite o moderno teatro Princess of Wales

O teatro Princess Of Wales surpreende na arquitetura moderna repleta de murais e esculturas do movimento expressionista. O lugar é bem localizado e fica no meio das redondezas dos melhores entretenimentos de Toronto.

teatro Princess of Wales em Toronto

Se for viajar para Toronto, cuidado para não sofrer os desconfortos do Jet Lag. Afinal, o fuso horário diferente do que você está habituado pode prejudicar a sua disposição.

 

Não fique de fora de toda esse repertório cultural e artístico de Toronto. Saiba mais sobre a cidade em nosso post no blog. Aproveite os nossos pacotes para viajar economizando ainda mais e investir em maior segurança e praticidade. Passagens aéreas são com o ViajaNet.

O que fazer em Toronto no Inverno

Com pistas de patinação no gelo, paisagens diferenciadas e estações de esqui, você descobrirá que viajar para Toronto no inverno vale a pena

Quem está pensando em viajar para Toronto entre os meses de dezembro e fevereiro irá aproveitar as baixas temperaturas na região. Se você está procurando por passagens aéreas para lá, mas tem dúvida se Toronto no inverno vale a pena, confira o que fazer em Toronto inverno aqui, no blog do ViajaNet.

A fotografia contempla o lago Ontário congelado e, ao fundo, os prédios da cidade de Toronto iluminados em um começo de noite na região. A CN Tower, maior torre do Canadá, está no meio desses mesmos prédios com uma iluminação rosada.

Aproveite as pistas de patinação no gelo

No finalzinho do mês de novembro, as primeiras pistas começam a abrir para a patinação no gelo. Existem mais de 50 pistas externas, como a do High Park, que, na verdade, é a lagoa Grenadier congelada , e mais de 40 pistas internas desenvolvidas justamente para essa atividade, que é uma das mais populares entre os moradores durante os dias mais frios do ano. Grande parte delas tem acesso gratuito, basta apenas alugar os equipamentos e arriscar a primeira patinação.

Vá à cidade subterrânea de Toronto

O PATH é o sistema de túneis da cidade de Toronto que chama atenção em qualquer época do ano. Mas especialmente no inverno, ele é ainda procurado, afinal, é considerado um verdadeiro refúgio para comerciantes, moradores e turistas que desejam passear e aproveitar para fazer compras nesse que é o maior centro comercial subterrâneo do mundo.

Na imagem, há um homem e uma mulher em uma pista de patinação de gelo. Os dois estão vestidos para o inverno com gorro, cachecol, calça, blusa de lã (ele de vermelho e ela de branco e preto) e patins para patinação no gelo. O homem está sentado no chão congelado e a mulher está indo em direção a ele. Os dois estão sorrindo.

Visite as cataratas do Niágara

As cataratas do Niágara são muito procuradas por turistas durante o verão. Mas no inverno, elas podem ser igualmente interessantes. Durante os dias mais frios do ano, quando a neve predomina na região canadense, as famosas quedas d’água ficam completamente congeladas e resultam em uma paisagem curiosa e diferenciada.

Esse lugar é, também, uma belíssima opção para quem está procurando passagens para Toronto para aproveitar as festas de final de ano. Durante o Natal, os arredores da região do Niagara Falls contam com uma programação natalina, e, no momento da tão esperada virada do ano, os fogos de artifício animam a festa, deixando a paisagem ainda mais bonita e emocionante.

A imagem vislumbra as cataratas do Niágara. Porém, toda a água está completamente congelada. O branco da neve predomina nessa paisagem, contudo, existe uma iluminação nas cores vermelho, azul e púrpura.

Conheça Blue Mountain, a estação de esqui

Estação de esqui não é o ponto forte da cidade canadense, mas existem lugares para essa atividade próximos a Toronto que são encantadores, como Blue Mountain, por exemplo, que é uma montanha com estrutura para ski e snowboard. Essa região é muito charmosa e conta com uma vila, além de lojas e de restaurantes deliciosos. E se essa é a sua primeira vez na neve, fique tranquilo. É possível fazer aulas e alugar os equipamentos necessários na própria estação.

Por fim, viajar para Toronto no inverno te dará a oportunidade de encontrar a cidade em um ritmo mais tranquilo – afinal, nessa época, o número de turistas é reduzido – para aproveitar as delícias típicas dessa região, como os cafés, por exemplo, ou até mesmo o festival de cerveja artesanal, que acontece nessa mesma época.

Conheça o Hockey Hall of Fame, o templo do hóquei no gelo do Canadá!

Dedicado a uma das modalidades mais amadas pelos canadenses, o Hall da Fama Toronto conta a história do esporte e dos principais craques dos times do país.

Descrição da imagem: A imagem mostra a fachada do Hall da Fama do Hóquei em Toronto. O edifício segue características arquitetônicas de estilo georgiano, o qual tem detalhes neoclássicos, principalmente nos arcos na parte da frente. Nestes arcos, posters de jogadores importantes do hóquei canadense podem ser vistos da rua. Astros como Blake, Forsberg e Modano dão boas vindas aos visitante do HHF.

(Reprodução Istock)

O Hall da Fama do Hóquei canadense fica localizado na esquina das ruas Front e Yonge, no centro de Toronto, perto da Dundas Square, e recebe cerca de 300 mil visitantes todos os anos, canadenses ou não. Aberto 362 dias por ano, o Hockey Hall of Fame é um museu dedicado ao esporte mais amado do país. Se, no Brasil, a paixão nacional é o futebol, com crianças e adultos devotos à modalidade, no Canadá, o hockey é como uma religião, sendo objeto de conversas em bares, no trabalho e nas ruas, levando milhares de pessoas para os estádios de Toronto e para a frente das TVs.

Tal paixão levou à criação do Hall da Fama do Hockey no gelo em Toronto, que reconta a história do esporte no país e contém uma das maiores coleções de objetos históricos ligados ao hockey, como uniformes, tacos, patins, troféus, além de tributos aos grandes jogadores que atuaram no Canadá.

Descrição da imagem: A imagem mostra a entrada do Hockey Hall of Fame com as primeiras atrações do museu: as fotos e os principais fatos dos grandes jogadores que atuaram no Canadá. Alguns troféus históricos também estão expostos no centro do salão. O local é totalmente iluminado pelas suas janelas laterais e pela abóbada de vidro do teto.

(Reprodução Pinterest)

Um pouco da história do Hockey Hall of Fame Toronto

O Hall da Fama do Hóquei canadense já teve muitas sedes. Inaugurado em 1943, a casa do museu dedicado ao esporte ficava na cidade de Kingston, também em Ontário. A ideia saiu da mente de James Sutherland, então presidente da Associação Amadora de Hockey do Canadá (CAHA). James queria criar um memorial no país para lembrar dos grandes nomes que passaram pelo esporte. Só depois de dois anos da criação do museu que os primeiros homenageados ganharam uma festa na cidade de Kingston. Entre eles, estavam os atletas Hobey Baker, Charlie Gardiner, Eddie Gerard, entre outros.

Em 1958, a transferência foi feita para Toronto. A comoção da cidade quanto ao museu foi tão grande que decidiram mudar mais uma vez o local, o que demorou um certo tempo. O novo Salão da Fama do Hóquei abriu oficialmente em 18 de junho de 1993, na esquina das ruas Front e Yonge. O novo local possui quase 5 mil metros quadrados (sete vezes maior que o primeiro local).

No primeiro ano de exibição no novo local, o museu recebeu 500 mil visitantes, um recorde em museus dedicados a esportes na América do Norte. No novo local, funcionava um antigo banco de Montreal, construído em 1840. O edifício segue com a arquitetura original, mas já passou por várias expansões — a última foi em 2003.

Descrição da imagem: A imagem mostra uma foto antiga do prédio da esquina das ruas Front e Yonge. O antigo banco de Montreal é hoje a casa do Hall da Fama do Hóquei canadense

(Imagem de domínio público)

O Hockey Hall of Fame

O Hall da Fama possui 15 áreas de exposições permanentes e algumas áreas de exposições rotativas. Anualmente, uma comissão formada por ex-jogadores, técnicos e dirigentes do esporte escolhe aqueles que serão homenageados no museu, julgando suas contribuições ao esporte dentro e fora da pista de gelo.

O objetivo do Hockey Hall of Fame, segundo sua curadoria, é trazer um pouco da história do Hockey, proporcionando aos visitantes um pouco de conhecimento a respeito do esporte. Todo o acervo do museu já pertenceu a jogadores notáveis times de Hockey de Toronto e de outras partes do Canadá, bem como réplicas e troféus originais da principal liga do país, a National Hockey League – NHL.

Uma atração bem divertida de participar é a “NHLPA Be A Player”, onde você pode entrar em uma pequena pista de hockey e tentar marcar gols contra um goleiro computadorizado, simulando o grande goleiro canadense Ed Belfour. Em contrapartida, você também pode se arriscar a ser o goleiro, defendendo tiros da versão computadorizada do maior jogador de hockey da história, o também canadense Wayne Gretzky.

Descrição da imagem: A imagem mostra uma das esculturas presentes na entrada do Hockey Hall of Fame, a chamada “Our Game”. A escultura mostra seis torcedores de metal com semblantes alegres vestidos para o jogo e apoiados em uma reprodução da mureta que separa a pista de hockey e a torcida

(Reprodução Pinterest)

Se você quiser conhecer o Hockey Hall of Fame Toronto, compre as passagens para Toronto no ViajaNet. O Hall da Fama abre quase todos os dias do ano, com entradas custando cerca de C$ 18. Crianças de até quatro anos não pagam.

Fique de olho no blog do ViajaNet para mais dicas incríveis como essa. No site do ViajaNet, você encontra os melhores preços e condições de pagamento em passagens aéreas para o Canadá e outros locais do mundo!

 

 

Visite a Art Gallery of Ontario e conheça uma das mais impressionantes coleções de arte do mundo!

Com mais de 90 mil peças, a Galeria de Arte de Ontário é um dos pontos mais interessantes e visitados de Toronto

A Galeria de Arte de Ontário (AGO), Gallery of Art Toronto, é um dos principais pontos turísticos do Canadá, por reunir exposições permanentes e temporárias, com obras do Renascimento, Barroco, Maneirismo, entre outros movimentos artísticos.

A imagem mostra a fachada recém construída da AGO, na Dundas Street. Em tons laranja e amadeirados, a fachada tem um formato singular, como a borda de um círculo. Muitas pessoas ocupam a entrada e carros passam na Dundas Street. O céu está claro, mas já apresenta indícios do entardecer.

(reprodução Pinterest)

A galeria está localizada no lado oeste da cidade, na Dundas Street West, entre a McCaul Street e Beverley Street, no distrito de Chinatown, um dos bairros de Toronto mais conhecidos por turistas. Com pouco mais de 45 mil metros quadrados, a AGO está na oitava posição dos maiores museus de arte da América do Norte (dentro do Canadá, apenas o Royal Ontario Museum está à frente).

Com mais de 90 mil itens em seu acervo, a Galeria de Arte de Ontário (AGO) possui obras do mundo todo e de todos os tempos. Lá você poderá observar coleções de arte canadense, obras renascentistas, arte européia, barroca, africana e da Oceania.

A imagem mostra um dos corredores da parte interior da AGO. O piso de madeira e as colunas possuem a mesma coloração ocre. Algumas pessoas estão na imagem, caminhando e sentadas em bancos distribuídos no corredor

(reprodução Pinterest)

Um pouco da história da Art Gallery of Ontario

Em 1900, um grupo chamado Ontario Society of Artists (Sociedade dos Artistas de Ontário, em português), decidiu criar uma galeria de arte, onde suas obras pudessem ser expostas.

Um dos membros do grupo, o historiador Goldwin Smith, ofereceu sua mansão georgiana, de 1817, para servir de galeria até a sua morte, em 1911. Depois disso, a administração do museu solicitou uma lei de proteção à casa e ao terreno, a qual a Assembléia Legislativa de Ontário chamou de “Lei relativa ao Museu de Arte de Toronto”.

O terreno que hoje abriga a Galeria Arte Toronto é muito conhecido também por conta do Grange Park, adquirido pela administração do museu em 1920. Muitas expansões aconteceram no local durante o século XX, sendo a última em 1998, que deixou o AGO com 45 mil metros quadrados.

A imagem mostra o primeiro prédio da Art Gallery of Ontario, a mansão doada por Goldwin Smith. A arquitetura é georgiana, a qual tem características neoclássicas, como o jardim em quadrado, que é visto na imagem. O jardim em questão, à frente da mansão, está tomado por neve. Algumas árvores sem folhas podem ser avistadas no entorno da casa.

(imagem de domínio público)

A Galeria de Arte de Toronto

Meio milhão de pessoas por ano querem ver de perto o rico acervo da Galeria de Arte de Ontário, que contém mais de 90 mil obras do primeiro século até os dias atuais, tornando a galeria um dos principais pontos turísticos do Canadá.

A principal atração é a coleção particular da galeria, resultado de mais de um século de compras e doações de aristocratas e outros museus. São obras da arte canadense, com ênfase nos expoentes da arte em Toronto, como Tom Thomson e o Grupo dos Sete. Na seção “Renaissance Trail”, você poderá conhecer algumas das obras de grandes nomes europeus como Pablo Picasso, Claude Monet, Vincent Van Gogh e Max Ernst.

Localizada no segundo andar da AGO, a “Galleria Italia” mede 180 metros ao longo da Dundas Street e chama a atenção dos turistas pelo design de sua fachada em madeira. Foi nomeada assim em homenagem às 26 famílias italianas que patrocinaram a última reforma do museu, em 2011.

A galeria conta ainda com peças de arte expressionista de Nova Iorque, arte egípcia, vanguardas russas, obras surrealistas, arte medieval, esculturas renascentistas, arte contemporânea, arte moderna e mais de 40 mil fotografias que vão desde impressões históricas até modernistas e obras contemporâneas.

Descrição da imagem: Uma das coleções da Art Gallery of Ontario, a coleção renascentista, no terceiro andar da galeria. Diversos quadros românticos, maneiristas e barrocos estão expostos na parede da AGO.

(reprodução Pinterest)

Quer ver as milhares de obras de arte da Art Gallery of Ontario com os seus próprios olhos? Compre suas passagens para Toronto e conheça uma das maiores galerias de arte do mundo. Com as passagens aéreas do ViajaNet, você pode conhecer Toronto da forma que quiser!

« Older posts

Copyright © 2015 Blog do ViajaNet - Todos os direitos reservados

Topo ↑