Dedicado a uma das modalidades mais amadas pelos canadenses, o Hall da Fama Toronto conta a história do esporte e dos principais craques dos times do país.

Descrição da imagem: A imagem mostra a fachada do Hall da Fama do Hóquei em Toronto. O edifício segue características arquitetônicas de estilo georgiano, o qual tem detalhes neoclássicos, principalmente nos arcos na parte da frente. Nestes arcos, posters de jogadores importantes do hóquei canadense podem ser vistos da rua. Astros como Blake, Forsberg e Modano dão boas vindas aos visitante do HHF.

(Reprodução Istock)

O Hall da Fama do Hóquei canadense fica localizado na esquina das ruas Front e Yonge, no centro de Toronto, perto da Dundas Square, e recebe cerca de 300 mil visitantes todos os anos, canadenses ou não. Aberto 362 dias por ano, o Hockey Hall of Fame é um museu dedicado ao esporte mais amado do país. Se, no Brasil, a paixão nacional é o futebol, com crianças e adultos devotos à modalidade, no Canadá, o hockey é como uma religião, sendo objeto de conversas em bares, no trabalho e nas ruas, levando milhares de pessoas para os estádios de Toronto e para a frente das TVs.

Tal paixão levou à criação do Hall da Fama do Hockey no gelo em Toronto, que reconta a história do esporte no país e contém uma das maiores coleções de objetos históricos ligados ao hockey, como uniformes, tacos, patins, troféus, além de tributos aos grandes jogadores que atuaram no Canadá.

Descrição da imagem: A imagem mostra a entrada do Hockey Hall of Fame com as primeiras atrações do museu: as fotos e os principais fatos dos grandes jogadores que atuaram no Canadá. Alguns troféus históricos também estão expostos no centro do salão. O local é totalmente iluminado pelas suas janelas laterais e pela abóbada de vidro do teto.

(Reprodução Pinterest)

Um pouco da história do Hockey Hall of Fame Toronto

O Hall da Fama do Hóquei canadense já teve muitas sedes. Inaugurado em 1943, a casa do museu dedicado ao esporte ficava na cidade de Kingston, também em Ontário. A ideia saiu da mente de James Sutherland, então presidente da Associação Amadora de Hockey do Canadá (CAHA). James queria criar um memorial no país para lembrar dos grandes nomes que passaram pelo esporte. Só depois de dois anos da criação do museu que os primeiros homenageados ganharam uma festa na cidade de Kingston. Entre eles, estavam os atletas Hobey Baker, Charlie Gardiner, Eddie Gerard, entre outros.

Em 1958, a transferência foi feita para Toronto. A comoção da cidade quanto ao museu foi tão grande que decidiram mudar mais uma vez o local, o que demorou um certo tempo. O novo Salão da Fama do Hóquei abriu oficialmente em 18 de junho de 1993, na esquina das ruas Front e Yonge. O novo local possui quase 5 mil metros quadrados (sete vezes maior que o primeiro local).

No primeiro ano de exibição no novo local, o museu recebeu 500 mil visitantes, um recorde em museus dedicados a esportes na América do Norte. No novo local, funcionava um antigo banco de Montreal, construído em 1840. O edifício segue com a arquitetura original, mas já passou por várias expansões — a última foi em 2003.

Descrição da imagem: A imagem mostra uma foto antiga do prédio da esquina das ruas Front e Yonge. O antigo banco de Montreal é hoje a casa do Hall da Fama do Hóquei canadense

(Imagem de domínio público)

O Hockey Hall of Fame

O Hall da Fama possui 15 áreas de exposições permanentes e algumas áreas de exposições rotativas. Anualmente, uma comissão formada por ex-jogadores, técnicos e dirigentes do esporte escolhe aqueles que serão homenageados no museu, julgando suas contribuições ao esporte dentro e fora da pista de gelo.

O objetivo do Hockey Hall of Fame, segundo sua curadoria, é trazer um pouco da história do Hockey, proporcionando aos visitantes um pouco de conhecimento a respeito do esporte. Todo o acervo do museu já pertenceu a jogadores notáveis times de Hockey de Toronto e de outras partes do Canadá, bem como réplicas e troféus originais da principal liga do país, a National Hockey League – NHL.

Uma atração bem divertida de participar é a “NHLPA Be A Player”, onde você pode entrar em uma pequena pista de hockey e tentar marcar gols contra um goleiro computadorizado, simulando o grande goleiro canadense Ed Belfour. Em contrapartida, você também pode se arriscar a ser o goleiro, defendendo tiros da versão computadorizada do maior jogador de hockey da história, o também canadense Wayne Gretzky.

Descrição da imagem: A imagem mostra uma das esculturas presentes na entrada do Hockey Hall of Fame, a chamada “Our Game”. A escultura mostra seis torcedores de metal com semblantes alegres vestidos para o jogo e apoiados em uma reprodução da mureta que separa a pista de hockey e a torcida

(Reprodução Pinterest)

Se você quiser conhecer o Hockey Hall of Fame Toronto, compre as passagens para Toronto no ViajaNet. O Hall da Fama abre quase todos os dias do ano, com entradas custando cerca de C$ 18. Crianças de até quatro anos não pagam.

Fique de olho no blog do ViajaNet para mais dicas incríveis como essa. No site do ViajaNet, você encontra os melhores preços e condições de pagamento em passagens aéreas para o Canadá e outros locais do mundo!