Categoria: Dicas (page 1 of 16)

Lua de mel na Europa: os 10 destinos mais românticos e inusitados

Uma lua de mel na Europa é, sem dúvidas, uma das viagens mais inesquecíveis que um casal pode fazer. Hungria, Suíça, Noruega, Islândia, Croácia e Polônia são alguns exemplos de destinos românticos inusitados na Europa que poderão transformar essa comemoração em uma viagem ainda mais especial e única.

Um destino fora do comum para realizar a lua de mel na Europa pode proporcionar, além de momentos inesquecíveis ao lado da pessoa amada, experiências sem igual. Confira agora quais são os dez destinos mais românticos e inusitados para realizar essa viagem e se surpreenda ao lado da pessoa amada!

1. Budapeste – Hungria

Lua de mel na Europa Budapeste

Reprodução: Pinterest

Budapeste é uma das mais belas cidades da Europa e, sem dúvida alguma, uma das mais românticas também. Contando com o maior sistema de água termal do mundo, além de todas as suas paisagens encantadoras e arquitetura deslumbrante, a cidade atrai milhares de turistas todos os anos e é o cenário ideal para uma lua de mel apaixonada!

2. Zermatt – Suíça

Lua de mel na Europa Zermatt

Reprodução: Pinterest

Zermatt, na Suíça, com suas montanhas e paisagens de tirar o fôlego, não poderia ficar de fora dessa lista. No inverno, a cidade fica assim como na foto: coberta pela neve mais branca. Assim, esse destino se torna perfeito para se apaixonar ainda mais em sua lua de mel na Europa.

Oferecendo uma vista magnífica para a montanha Matterhorn – inspiração para o chocolate Toblerone –, Zermatt é uma cidade pequena que, mesmo no frio, é capaz de aquecer todos os corações apaixonados que visitarem o destino.

3. Bergen – Noruega

Lua de mel na Europa Bergen

Reprodução: Pinterest

Bergen é uma das maiores cidades da Noruega, e uma das mais belas. Assim como Zermatt, Bergen é cercada por montanhas cobertas de neve e proporciona paisagens inesquecíveis. Visitar a cidade no inverno confere à lua de mel na Europa o cenário ideal, já que é possível andar pelas ruas agarradinho com quem você mais ama!

4. Reiquejavique – Islândia

Lua de mel na Europa Reiquejavique

Reprodução: Pinterest

Reiquejavique, ou Reykjavik, é a capital da Islândia e um destino sensacional para passar a lua de mel. Apesar do frio, as piscinas de água termal da cidade são capazes de aquecer todos que aceitarem um mergulho. Além disso, a pequena capital é perfeita para realizar passeios a pé, enquanto se aprecia cada loja e paisagem local em sua lua de mel.

5. Copenhague – Dinamarca

Lua de mel na Europa Copenhagen

Reprodução: Pinterest

Ah, Copenhague… A capital da dinamarca é tão encantadora que é capaz de tirar o fôlego de todos que a visitam. Milhares de turistas a escolhem como destino para sua viagem todos os anos, e os casais apaixonados podem se surpreender com o clima romântico que a cidade é capaz de proporcionar.

Com uma cultura rica e admirada por pessoas de todo o mundo, Copenhague abriga o famoso restaurante Noma, que já foi eleito o melhor do mundo por três vezes, e outros 11 com ao menos uma estrela no Guia Michelin, conferindo essa como a cidade com maior número de estrelas em restaurantes.

6. Zakopane – Polônia

Lua de mel na Europa Zakopane

Reprodução: Pinterest

Mais uma opção para os casais que amam o frio e paisagens cobertas de neve, Zakopane, na Polônia, é um destino surpreendente e inusitado para passar a lua de mel. Realizar atividades como esqui e montanhismo é muito fácil na cidade considerada a capital do inverno da Polônia. Sendo assim, mais uma vez os casais apaixonados podem curtir o passeio agarradinhos enquanto exploram paisagens inesquecíveis.

7. Hvar – Croácia

Lua de mel na Europa Hvar

Reprodução: Pinterest

Hvar, na Croácia, serve como uma opção para aquecer ainda mais os corações apaixonados, especialmente depois de conhecer as mais belas paisagens geladas. Curtir o verão na Europa nas magníficas praias de Hvar é uma experiência sem igual!

Os cenários paradisíacos e as águas cristalinas e azuis como o céu fazem de Hvar um dos destinos românticos inusitados perfeitos para passar a lua de mel. Passear a pé pela ilha enquanto se aprecia a paisagem local é uma das melhores opções, além disso, tanto as praias durante o dia quanto os bares e restaurantes durante a noite podem fazer dessa uma das melhores viagens da sua vida!

8. Marsaxlokk – Malta

Lua de mel na Europa Piscina de Sao Pedro

Reprodução: Pinterest

Marsaxlokk é um dos destinos mais fascinantes da Europa. Localizado em Malta, o local é famoso por abrigar a Piscina de São Pedro, uma piscina natural que proporciona uma das paisagens mais incríveis que você verá na vida.

Com águas em magníficos tons de azul, é possível aproveitar o cenário romântico para tomar um belo banho no Mar Mediterrâneo em sua lua de mel na Europa.

9. Liubliana – Eslovênia

Lua de mel na Europa Liubliana

Reprodução: Pinterest

Liubliana é a capital da Eslovênia e um dos destinos mais apaixonantes para passar a lua de mel na Europa. Algumas lendas sobre a origem da cidade citam a presença de dragões que protegiam Liubliana, por isso, é possível encontrar esse símbolo em diversas esculturas e estátuas pela cidade, além da própria bandeira local.

No verão, aproveite para passear a pé pela cidade, conhecer castelos em estilo medieval e tirar fotos inesquecíveis nas mais belas paisagens de Liubliana!

10. Kotor – Montenegro

Lua de mel na Europa Kotor

Reprodução: Pinterest

Kotor é mais uma daquelas cidades que vão fazer você se sentir como em um filme medieval. Com paisagens fascinantes, essa é uma das mais belas cidades de Montenegro – pequeno país próximo à Croácia – e é o local perfeito para quem busca um destino inesquecível para passar a lua de mel na Europa.

Planeje sua lua de mel com o ViajaNet e conheça alguns dos destinos mais incríveis do mundo!

Agora que você já conhece alguns dos destinos mais românticos e inusitados para passar a lua de mel na Europa, conte com o ViajaNet para planejar a sua viagem e garanta o melhor preço em passagens aéreas!

Planejando a sua lua de mel com antecedência e utilizando a ferramenta QuandoViajar do ViajaNet, você pode conhecer alguns dos lugares mais espetaculares do mundo pagando o melhor preço em passagens aéreas para a Europa.

Além disso, com os pacotes de viagem você pode conhecer ainda mais destinos inusitados, que podem proporcionar algumas das melhores experiências de sua vida. Conte com o ViajaNet no momento de adquirir suas passagens para lua de mel na Europa e viaje sem preocupações!

Viagem para Índia: dicas essenciais para quem vai visitar o país

Se você está pensando em fazer uma viagem para Índia, precisa saber de algumas informações que são fundamentais para um passeio tranquilo.

Por ser um país com cultura, alimentação, infraestrutura e religião completamente diferentes do que estamos acostumados no Brasil, é importante se atentar a alguns detalhes antes de viajar para a Índia.

Neste post do ViajaNet você vai encontrar as cinco principais cidades para visitar na Índia, informações sobre vacinas, visto, os meios de transporte indianos, qual a moeda utilizada no país e alguns detalhes sobre a culinária local, para que a sua viagem possa ser tranquila e organizada.

Confira agora algumas das dicas e informações mais importantes para quem deseja visitar a Índia e conhecer de perto essa cultura tão rica e encantadora!

As 5 principais cidades da Índia

Ao planejar sua viagem para a Índia, o sétimo maior país do mundo, é interessante que você monte um roteiro com as principais cidades para visitar. Com opções para diferentes gostos, é possível escolher os destinos que mais lhe chamam a atenção.

Nova Delhi, Agra, Varanasi, Jaipur e Mumbai são os cinco principais destinos que costumam atrair turistas de todo o mundo.

Confira agora algumas informações sobre cada uma dessas cidades e comece já a montar o seu roteiro de viagem!

1 – Nova Delhi

principais cidades india

Reprodução: Pinterest

Capital da Índia, Nova Delhi é uma cidade muito movimentada e populosa. Oferecendo diversas opções de turismo, é possível visitar desde templos e palácios até conhecer o trânsito peculiar da cidade, no qual elefantes, carros, tuk-tuks, ônibus e motos compartilham o mesmo espaço praticamente sem que ninguém siga as leis de trânsito.

O Templo de Lótus é um dos pontos mais famosos de Nova Delhi. Aberto para todos os visitantes, o local é de adoração da religião Fé Bahá’í, e surpreende a todos com sua belíssima arquitetura.

2 – Agra

pontos turisticos na india

Reprodução: Pinterest

Agra é a cidade que abriga uma das sete maravilhas do mundo moderno, o Taj Mahal. Considerado como um Patrimônio da Humanidade pela Unesco, o monumento histórico atrai milhares de visitantes para Agra todos os anos.

O passeio pela cidade não pode ficar de fora da sua lista de lugares para conhecer. Aproveite para apreciar cada detalhe do Taj Mahal e tirar fotos inesquecíveis!

3 – Varanasi

Pontos turisticos da india

Reprodução: Pinterest

Quem nunca ouviu falar no famoso Rio Ganges? Ele fica localizado na cidade de Varanasi, e sempre é possível observar pessoas lavando roupas e realizando rituais religiosos em suas águas, por exemplo.

Considerado sagrado pelos hindus, é possível presenciar diversos rituais religiosos todos os dias no Rio Ganges.

Muitos turistas relatam que a experiência é imperdível, especialmente durante o pôr do sol, quando é realizada uma cerimônia com flores e velas por toda parte.

Esse é um passeio cultural e espiritual que vale a pena ser realizado caso você faça uma viagem para a Índia.

4 – Jaipur

passagem para india

Reprodução: Pinterest

Também conhecida como Cidade Rosa devido à coloração das construções, Jaipur foi pintada de rosa em 1876 para receber a visita do Príncipe de Walles, e hoje pode render fotos maravilhosas em suas paisagens.

Existem diversos templos e monumentos que valem a visita na cidade, como o Patrika Gate, que encanta e surpreende a todos com sua belíssima arquitetura. Ao passar pela cidade de Jaipur, não deixe de visitá-lo!

5 – Mumbai

viagem para india

Reprodução: Pinterest

Mumbai é também conhecida como Bombaim e, podendo ser comparada a Nova York, é considerada a cidade mais importante da Índia. Assim como as outras cidades, os monumentos históricos apresentam uma arquitetura incomparável, especialmente do Gateway of India, construído em 1911.

Ao visitar a cidade, não deixe de passar pelos grandes mercados, que são perfeitos para fazer compras. Além disso, Bollywood é localizado em Mumbai, e é a maior indústria de cinema de toda a Índia.

Vacinas

Mesmo apresentando uma cultura tão rica e diferente da brasileira, é necessário tomar alguns cuidados ao viajar para a Índia.

Ao garantir a sua passagem, não deixe de levar com você o Certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela para entrar no país.

Além disso, para os aventureiros e viajantes que decidem passar um longo período na Índia, é interessante garantir que as vacinas contra hepatite A e B estejam em dia, para prevenir complicações durante a viagem.

Visto para a Índia

Quando você decidir viajar para a Índia, lembre-se de que é necessário que se seja feita a emissão do visto para entrar no país.

Turistas que passarão pouco tempo na Índia, até 90 dias, podem fazer o pedido de emissão do visto no consulado, ou online, de forma bem simples e rápida.
No entanto, por possuir uma data limite de entrada no país, ao realizar o processo online é recomendado que o pedido seja feito com aproximadamente duas semanas de antecedência

Meios de transporte da Índia

Ao viajar para a Índia, é interessante conhecer os diferentes meios de transporte do país. Além de carro e ônibus, o tuk-tuk e o auto-rickshaw são muito utilizados para passear pelas ruas das cidades.

A experiência é incrível e emocionante, devido à loucura do trânsito local, mas vale a pena sentir na pele o que costumamos ver em filmes, não é mesmo?

comidas da india

Reprodução: Pinterest

Moeda da Índia

A rúpia indiana é a moeda utilizada na Índia. Equivalente a, aproximadamente, R$ 0,055 do real brasileiro, ao agendar a sua viagem para a Índia não deixe de trocar o seu dinheiro no Brasil.

Dessa forma, será muito mais fácil fazer compras no país estrangeiro, considerando que pode ser difícil encontrar uma casa de câmbio no local.

moeda india

Reprodução: Pinterest

Culinária da Índia

Ao viajar para um país estrangeiro, especialmente para a Índia, que possui uma culinária tão rica e cheia de temperos, você não pode deixar de provar!

Lembrando que a vaca é considerada sagrada no país, não é comum encontrar sua carne, no entanto, búfalo e frango são muito consumidos na Índia.

E a melhor parte? Devido às religiões predominantes no país, muitas pessoas são vegetarianas. Sendo assim, encontrar opções de pratos que não levam carne é uma tarefa muito simples! A sopa de lentilha acompanhada do pão naan, por exemplo, é uma ótima pedida.

Canela, gengibre, pimenta, cominho, cravo, curry e noz-moscada são alguns exemplos de temperos comumente acrescentados às receitas indianas. Por apresentar um sabor forte, muitos viajantes estrangeiros podem não se identificar com as comidas do país, porém, cada região da Índia possui um tipo de tempero.

Quando for viajar para a Índia, não deixe de provar alguns dos pratos locais – dessa forma, você mesmo poderá dizer se a culinária indiana é realmente tão apimentada. Experimente!

principais cidades da india

Reprodução: Pinterest

Adquira já a sua passagem para a Índia e explore esse país que possui uma cultura tão rica!

Ao adquirir suas passagens aéreas para a Índia, é importante lembrar que o respeito por uma cultura diferente é um dos principais itens para se levar na bagagem.

Além disso, é importante estar aberto para aproveitar tudo ao máximo, provar os temperos locais e até mesmo se vestir com um sari, ou kurta, pois isso pode aprimorar a experiência em sua viagem para Índia.

Conte com o ViajaNet para encontrar o melhor custo/benefício em pacotes de viagens. Além da Índia, conheça também outros lugares exóticos para viajar e fugir da rotina e torne as suas próximas férias as mais incríveis de sua vida!

Mochilão pela Europa: saiba como planejar, economizar e se divertir

Fazer um mochilão pela Europa é uma experiência inesquecível. Afinal, o velho continente abriga os lugares mais lindos do mundo – alguns com praias, outros com neve e até destinos históricos com tradições bem preservadas.

Antes de comprar as passagens aéreas e embarcar na aventura, é importante fazer um planejamento completo. Para mochilar pela Europa, é preciso montar o roteiro, tirar o visto e cuidar do orçamento, além de analisar as opções de transporte no lugar.

Pensando em você que não dispensa uma viagem de tirar o fôlego, o blog do ViajaNet preparou este post que vai ajudá-lo a planejar, economizar e se divertir em um mochilão pela Europa.

Se preferir, navegue pelo índice abaixo e vá direto ao tópico de seu interesse:

Como planejar um mochilão pela Europa
Como economizar
Como se divertir

mochilao europa

Como planejar um mochilão pela Europa?

Cuide das finanças

Uma das partes mais importantes de qualquer viagem, o planejamento financeiro exige uma atenção especial por parte do mochileiro. O primeiro passo, obviamente, é começar a guardar dinheiro desde muito antes da data em que vai viajar.

Além disso, é preciso analisar todos os custos envolvidos no mochilão, para ter uma noção do quanto você vai gastar ao longo da viagem.

Defina os roteiros

Quem nunca sonhou em montar um roteiro Europa? Na hora fazer o itinerário, é importante dar prioridade para os lugares e pontos turísticos que você realmente deseja conhecer. Por isso, evite fazer desvios ou pegar atalhos para lugares que não estão em seu roteiro.

Outra dica é montar o roteiro antes de comprar as passagens aéreas – isso ajuda a evitar gastar mais tempo e dinheiro com idas e vindas desnecessárias.

Pesquise por passagens aéreas baratas

Chegou a hora de comprar as passagens aéreas para o destino, mas você não sabe onde encontrar as opções mais baratas? Então, faça pesquisas aprofundadas e tente comprar com alguns meses de antecedência, para evitar possíveis surpresas.

Uma dica valiosa é usar o QuandoViajar. Essa ferramenta exclusiva do site do ViajaNet permite conferir um calendário com o menor preço do seu voo a cada dia. Os dias com as passagens aéreas mais baratas sempre aparecem na cor laranja, conforme o exemplo abaixo:

quando viajar mochilao pela europa

Tire os vistos e separe os documentos obrigatórios

É fundamental cuidar da documentação ao viajar para a Europa. A maioria dos destinos do Velho Continente exige passaporte com validade mínima de pelo menos 90 dias após o término da viagem, comprovantes de hospedagem, comprovante financeiro, passagem de retorno e seguro-viagem.

Vale ressaltar que o visto para a Europa só é necessário caso fique mais de três meses viajando.

Verifique as hospedagens

Sem sombra de dúvidas a hospedagem é determinante para o sucesso de uma viagem mochilão. A escolha desses lugares deve ser feita de acordo com seus objetivos, interesses e, principalmente, limitações. Afinal, cada viagem tem uma proposta diferente e cada viajante tem sua forma de curtir o destino que está visitando.

Se você pretende fazer o mochilão pela Europa sozinho ou na companhia de um amigo, uma boa opção de hospedagem são os hostels. Além de ser mais barato e geralmente com alguns benefícios inclusos, esse tipo de acomodação permite viver uma experiência social compartilhada que enriquecerá sua bagagem de conhecimentos.

Como economizar em um mochilão pela Europa

Escolha os países mais baratos

São os países que você escolheu para o seu roteiro de mochilão pela Europa que vão lhe dizer o quanto você vai gastar durante a viagem. Passear pela Costa Amalfitana não terá o mesmo valor que passear pela Hungria, por exemplo.

Por isso é tão importante escolher destinos baratos para conhecer a Europa, como a Eslovênia, República Tcheca e Estônia. Existem diversos lugares onde é possível gastar pouco e se divertir muito. Além do mais, é legal procurar por passagens aéreas durante a baixa temporada europeia, período do ano em que os destinos não são tão procurados.

Aproveite para conhecer o stopover, o benefício que permite conhecer outros destinos durante escalas maiores que 24 horas.

Viaje com pouca coisa

A mochila pode influenciar todo o seu passeio. Afinal, é ela que vai ajudá-lo a carregar os itens mais importantes da sua viagem, como protetor solar, trocas de roupas, lanchinhos e outros objetos pessoais.

No entanto, é bacana viajar com pouca coisa, para não fazer tanto peso durante os trajetos entre as cidades.

Além disso, você deve escolher uma mochila especial, de preferência uma voltada para a prática de mochilão. Esse tipo de mala é mais resistente e possui diversos espaços internos para que você possa guardar os seus itens.

mochilao pela europa

Use transporte público

Usar o transporte público para conhecer as cidades europeias é uma das melhores formas de economizar. Por isso, prefira fazer os trajetos de ônibus ou de trem, evitando o uso de táxis ou a compra de passagens aéreas.

Se o destino for próximo, aproveite para alugar uma bike ou caminhar até lá.

Faça viagens de trem

Como dito anteriormente, o trem na Europa é indispensável e barato. Mais do que isso, essa opção de passeio permite descobrir destinos incríveis.

Por exemplo: você pode sair de Amsterdã e desembarcar em Paris em menos de quatro horas. Ou então partir de Oslo e chegar a Bergen em seis horas, um percurso inesquecível e recheado de belas paisagens.

Para aproveitar as viagens de trem pela Europa, é bacana comprar os tickets com antecedência, viajar apenas com bagagens de mão e escolher os vagões com restaurante, para economizar nas refeições.

organizar mochilao pela europa

Aproveite passeios gratuitos

Um bom mochileiro é aquele que encontra passeios baratos (e até mesmo gratuitos) em suas viagens. Destinos como Portugal, Madri e Barcelona oferecem diversas opções de entretenimento em que você não gasta nenhum centavo.

Alguns passeios são exclusivamente culturais, enquanto outros são ligados à natureza ou à história do lugar. Então, escolha aquilo que mais te agrada e inclua em seu roteiro.

Como se divertir em um mochilão pela Europa

Mochilar pela Europa é uma atividade inesquecível, independentemente do quanto você tem no bolso. Existem diversos destinos europeus voltados especialmente para a prática do mochilão, confira algumas sugestões do ViajaNet e saiba como se divertir.

Visitar as construções históricas de Lisboa, em Portugal

A capital portuguesa possui um charme diferente a cada esquina. Ao escolher Lisboa para um mochilão pela Europa, você terá a oportunidade de visitar uma cidade que mistura elementos modernos com um clima histórico bem conservado. No bairro de Belém, por exemplo, há muitos pontos turísticos e restaurantes, além de uma arquitetura que enche os olhos.

Admirar as paisagens de Dublin, na Irlanda

Parques verdes, coffee houses e pubs divertidos são apenas algumas das coisas para conhecer em um mochilão para Dublin. A capital da Irlanda é famosa por suas excelentes opções de entretenimento, que vão desde museus e igrejas até bares e festas da cerveja. Uma dica é visitar Howth, uma antiga vila de pescadores perfeita para descansar e curtir o final de semana.

europa de mochilao

Acampar em Fanny Fjorden, na Noruega

A Noruega possui inúmeros lugares para acampar, onde você pode montar sua barraca e curtir momentos incríveis. Um desses espaços é Fanny Fjorden, a cidade perfeita para fugir das multidões e aproveitar de acordo com suas preferências – para os mais radicais, há diversas experiências ao ar livre. Já para os mais tranquilos, há muito verde para admirar e campos para relaxar.

Conhecer a bela arquitetura de Billund, na Dinamarca

A Dinamarca, país que faz fronteira com a Alemanha, é recheada de coisas para fazer e conhecer. Há muitos canais para passear de barco e admirar a beleza da cidade, parques de diversão grandiosos com atrações para todas as idades e até uma cidade feita com peças de Lego: a Billund.

Nadar em Zakynthos, na Grécia

Famosa por abrigar uma das praias mais belas do mundo, a ilha de Zakynthos tem paisagens de tirar o fôlego. São 40 km de comprimento e 20 km de largura, com muita vegetação e mar cristalino, o cenário perfeito para os fãs de mochilão na praia. O lugar é impressionante e vale muito a pena a visita, principalmente se você viajar na época do verão. Aproveite para conhecer esse lugar e outras praias belas da Grécia.

como viajar de mochilao pela europa

Faça um mochilão pela Europa com o ViajaNet!

Agora que você tem mais informações sobre o mochilão pela Europa, é hora de comprar as passagens aéreas ou reservar os pacotes de viagens. São diversas opções de destino para escolher! Aproveite para garantir uma experiência inesquecível no continente europeu, seja na companhia dos amigos ou até mesmo sozinho.

mochilao europeu

Jet Lag: o que é, sintomas e 10 dicas para evitá-lo

Entenda o que é o Jet Lag e como evitá-lo em suas próximas viagens

 

Você já fez uma viagem internacional e sofreu com o fuso horário? Demorou para se adaptar à nova rotina? Se a resposta for “sim”, saiba que provavelmente você sofreu os desconfortos típicos do Jet Lag. Esse companheiro de viagens é completamente normal e pode aparecer mais forte para algumas pessoas do que para outras.

Confira, no blog do ViajaNet, tudo sobre o Jet Lag: o que é, os sintomas mais comuns e como evitá-lo em suas próximas viagens.

jet lag

O que é Jet Lag?

É um desconforto no ritmo biológico causado pela troca de fuso horário. O Jet Lag acontece principalmente em viagens muito longas, quando o viajante altera bruscamente o seu horário de comer e de dormir que está acostumado no cotidiano.

Isso acontece porque o corpo humano é programado para fazer várias coisas em um período de 24 horas. Quando esse ciclo é quebrado em viagens de longa distância e em alta velocidade, o relógio biológico fica descompensado e o corpo fatigado – desconfortos que podem comprometer a diversão do viajante durante o passeio.

o que e jet lag

Cansaço, insônia e irritação: descubra os sintomas do Jet Lag

Entre os sintomas do Jet Lag, os principais são:

  • insônia;
  • fadiga;
  • cansaço;
  • irritação;
  • perda de apetite;
  • dor de cabeça;
  • descontentamento;
  • má digestão;
  • atenção reduzida.

Vale lembrar que os efeitos do Jet Lag variam de pessoa para pessoa – alguns podem sentir mais sono do que o normal, enquanto outros podem ter mais cansaço mental do que físico, por exemplo. Mas pode ficar tranquilo, porque esse desconforto é fácil de tratar e pode ser evitado até mesmo antes da viagem.

jet lag sintomas

Aprenda de uma vez por todas como evitar Jet Lag

Seguir uma dieta leve, praticar exercícios e arrumar o relógio são algumas práticas para adaptar-se aos novos horários. Confira as dicas do blog do ViajaNet para evitar o Jet Lag antes, durante e depois de uma viagem de longa distância.

1. Descanse bastante antes de viajar

Não é segredo que descansar antes de viajar evita uma série de desconfortos. O Jet Lag, por exemplo, pode ser evitado se você tiver uma boa e longa noite de sono antes do embarque.

Então, deixe todos os seus pertences organizados, providencie todos os documentos necessários, monte uma nécessaire de primeiros socorros e arrume as malas com muita calma. Assim, um dia antes de viajar, você dorme tranquilo e fica relaxado para viajar.

2. Tente seguir uma rotina diferente

Nas últimas semanas que antecedem a viagem, você pode tentar seguir uma rotina diferenciada e mais ou menos parecida com o fuso horário do seu destino de viagem.

Uma das técnicas, por exemplo, é acordar no meio da madrugada, trocar de roupas, ler um livro e, por fim, voltar a dormir. Isso vai ajudá-lo a ter uma rotina mais flexível, minimizando o efeito Jet Lag.

3. Faça o possível para chegar de dia

Na hora de comprar suas passagens aéreas, faça o possível para escolher uma opção que chegue no destino final durante o dia, preferencialmente durante a manhã. Assim, você consegue se adaptar com o novo horário, além de poder aproveitar o dia para passear pelo destino.

como evitar jet lag

4. Evite bebidas alcoólicas

Ingerir bebidas alcoólicas durante o voo pode aumentar o cansaço, causar dor de cabeça e desidratação, além de outros problemas maiores na hora da chegada. Outros tipos de bebidas, como cafeína e energéticos, também podem alterar o seu descanso durante a viagem. Por isso, recorra sempre à água e sucos sem açúcar.

5. Não tome remédios para dormir

Automedicar-se com remédios para dormir pode não ser uma boa ideia. Isso porque eles tiram a insônia durante os voos longos, mas podem aumentar o cansaço assim que você acordar no destino final.

Então, na hora de dormir no avião, opte sempre por chás naturais, use roupas confortáveis e tenha à disposição travesseiros de pescoço, máscaras e tampões de ouvidos e de olhos.

6. Ajuste o relógio ao entrar no avião

Assim como mudar antecipadamente a rotina ajuda a diminuir o Jet Lag, ajustar o relógio ao entrar no avião colabora na adaptação com o novo horário. Isso porque o viajante fica com o novo horário na cabeça e não sente tanta diferença quando pousar.

jet lag sintomas

7. Não fique parado durante o voo

Dormir é importante, mas cuidado para não ficar muito tempo sem exercitar-se. Ficar muito tempo sem mover as pernas pode reduzir a velocidade do sangue e causar a formação de trombos dentro de veias profundas, levando até à trombose.

Então, tente se exercitar e se alongar durante o voo — levante, estique as pernas e caminhe com frequência, nem que seja até o banheiro.

8. Não troque o sono da noite

É quase impossível não deitar na cama depois de uma viagem longa, não é? Entretanto, é preciso adequar o descanso com a intensidade da luz do ambiente. Isso porque o corpo humano começa a produzir melatonina – o hormônio do sono – apenas quando a luz diminui.

Por isso, prefira descansar durante a noite ou ao entardecer, pois o sono será muito mais prazeroso e renovador.

9. Ajuste sua alimentação

Além de tomar cuidado com o consumo de líquidos, também é importante manter uma dieta saudável, tanto durante o voo quanto nos primeiros dias de viagem. Prefira alimentos leves e fique longe de massas muito gordurosas. Também vale ajustar as refeições com o fuso horário.

Por exemplo, se você chegar no destino na parte da tarde, faça apenas um lanchinho e deixe para jantar de verdade apenas durante a noite.

evitar jet lag

Agora que você já sabe tudo sobre o Jet Lag, não deixe de reservar pacotes de viagens internacionais no site do ViajaNet! Assim, você consegue comprar as passagens aéreas e ainda garantir a estadia em um hotel confortável que permite descansar e curtir tudo que o destino tem a oferecer.

Confira as condições de pagamento e aproveite!

Os 10 melhores museus de arte do mundo

Visitar museus de arte é uma oportunidade incrível para entrar em contato com uma boa dose de cultura durante a sua viagem

melhores museus de arte do mundo

Ao conhecer um país, uma das melhores formas de entrar em contato com a cultura da região é visitar museus de arte, afinal, quadros e esculturas vão muito além da mera expressão visual – eles atingem uma forma de expressão única, que traz importantíssimos traços culturais à tona e os expõe com o auxílio de toda a complexidade da abstração artística.

Por serem tão ricos e oferecerem uma bagagem de experiências tão ampla ao viajante, museus de arte são definitivamente uma parada que deve ser adicionada em sua viagem. Para lhe ajudar a escolher o museu que você visitará em suas próximas viagens, nós, do ViajaNet, separamos uma lista com os 10 melhores museus de arte do mundo. Descubra quais são e encante-se com o rico universo que lhe aguarda mundo afora.

1. Museu Hermitage, em São Petersburgo, na Rússia

1. Museu Hermitage, em São Petersburgo, na Rússia

O Museu Hermitage é considerado um dos maiores museus de arte do mundo, com uma coleção surpreendentemente grande, que ocupa 10 grandiosos prédios, sendo sete deles o conjunto do Palácio de Inverno, que é uma obra de arte por si só. Pela vastidão do acervo, o visitante pode encontrar obras de arte pertencentes aos mais variados períodos – desde o pré-histórico até a modernidade -, além de conferir exposições compostas por objetos bélicos como armas, escudos e capacetes.

2. Galeria da Academia de Belas Artes, em Florença, na Itália

2. Galeria da Academia de Belas Artes, em Florença, na Itália

Viajar para a Europa e não adicionar pelo menos um museu em seu roteiro de viagem é um desperdício. A Europa transborda belíssimos museus, e um exemplo disso é a Galeria da Academia de Belas Artes de Florença, onde o visitante pode ver a beleza exuberante de diversas obras de arte – em especial, esculturas – feitas durante o período renascentista. Em meio ao acervo, o famoso David de Michelangelo marca presença por ser uma das obras mais famosas do artista.

3. Galleria Borghese, em Roma, na Itália

3. Galleria Borghese, em Roma, na Itália

Na Galleria Borghese estão reunidas diversas obras-primas de valor inestimável, que pertenceram a uma rica família italiana de sobrenome homônimo ao nome da galeria. Além disso, o interior da construção tem detalhes intrincados nas paredes e no teto, contribuindo para a concepção de uma experiência visual única, na qual o visitante se sente imerso em arte. Por ser uma opção cuja visita pode ser realizada com relativa rapidez, visto que o local tem apenas dois andares, a Galleria Borghese é uma boa parada caso você vá para Roma e pretenda ficar por pouco tempo.

4. Museu Metropolitano de Arte, em Nova York, nos Estados Unidos

4. Museu Metropolitano de Arte, em Nova York, nos Estados Unidos

O Metropolitan Museum of Art é definitivamente um dos museus mais encantadores do mundo, sendo considerado por muitos um passeio imperdível quando se viaja até Nova York. Com amplos salões, o acervo é composto principalmente por pinturas e esculturas pertencentes às principais escolas de arte, dentre elas o Barroco e o Impressionismo. Sendo assim, é um museu que oferece uma chance única para entrar em contato com uma boa dose de arte.

5. Instituto de Artes de Chicago, nos Estados Unidos

5. Instituto de Artes de Chicago, nos Estados Unidos

Assim como o Museu Metropolitano de Arte de Nova York, o Instituto de Artes de Chicago traz um acervo predominantemente composto por obras de origem europeia com até 5 mil anos de existência. Além disso, traz exposições temporárias para renovar o acervo local.
Por estar localizado ao lado do Millennium Park, a ida ao museu também oferece uma boa oportunidade para você contemplar as belezas das esculturas presentes no parque, como o grandioso Cloud Gate.

6. Museu de Orsay, em Paris, na França

6. Museu de Orsay, em Paris, na França

Apesar de ser um museu ofuscado pela fama do Louvre, não se deixe enganar: o Museu de Orsay possui um acervo magnífico, o qual é composto até mesmo por algumas das mais famosas obras de arte de Vincent Van Gogh. Além disso, o prédio que abriga o museu possui uma beleza arquitetônica estarrecedora, fazendo a visita surpreender até mesmo os viajantes que não possuem grande interesse por pinturas em geral.

7. Museu de Luxor, no Egito

7. Museu de Luxor, no Egito

Diferentemente dos museus citados anteriormente, o Museu de Luxor traz obras arquitetônicas a céu aberto, as quais podem ser consideradas verdadeiras obras de arte por sua magnificência, sua riqueza de detalhes e sua importância cultural. Além disso, é uma oportunidade incrível para conhecer obras que não fazem parte das escolas de arte originalmente europeias – visto que estas predominam no acervo dos principais museus do mundo – e variar as suas experiências.

8. Museu Nacional dos Países Baixos, em Amsterdã, na Holanda

8. Museu Nacional dos Países Baixos, em Amsterdã, na Alemanha

Chamado localmente pelo nome de Rijksmuseum (do Holandês, museu nacional), o Museu Nacional dos Países Baixos tem uma coleção direcionada à exposição de obras de arte antigas que foram produzidas na região por grandiosos artistas locais, como Frans Hals. Além disso, o acervo local reúne uma vasta quantidade de peças de origem asiática, que ficam localizadas em um pavilhão unicamente destinado a esse fim, tornando-se um atrativo extra para pessoas interessadas pelas particularidades que permeiam essa cultura.

9. Museu Britânico, em Londres, na Inglaterra

9. Museu Britânico, em Londres, na Inglaterra

Ao elaborar o seu Roteiro Europa, não deixe de incluir uma parada no Museu Britânico de Londres, pois o acervo local é simplesmente extraordinário. Dentre as obras a serem apreciadas estão peças pertencentes a diversas culturas, como a da Grécia Antiga e a egípcia, por isso, é uma excelente alternativa para quem deseja ir além das escolas de arte europeias e ver pessoalmente obras com detalhes únicos e marcantes que remontam a uma cultura bastante diferente da nossa.

10. Museu do Louvre, em Paris, na França

10. Museu do Louvre, em Paris, na França

Caso seja a sua primeira viagem para a Europa e você não conheça muitos museus, muitos consideram o Louvre uma parada obrigatória, especialmente se você estiver planejando uma estadia consideravelmente longa na França ou em outros países próximos. Tudo isso porque o Louvre traz obras de arte originais feitas por grandes artistas como Leonardo da Vinci, Michelangelo e Caravaggio, as quais valem cada segundo da visita, pela beleza magnífica que possuem em cada traço que as constitui.

Interessado em conhecer um desses incríveis museus de arte? Conte com o ViajaNet para lhe ajudar a encontrar pacotes de viagem e passagens aéreas por ótimos preços e ver de perto as mais belas e enriquecedoras obras de arte do mundo todo.

« Older posts

Copyright © 2015 Blog do ViajaNet - Todos os direitos reservados

Topo ↑