São Paulo completa 464 anos no próximo dia 25 de janeiro e, para quem é turista na própria cidade, a metrópole guarda – e esconde – diversos locais interessantíssimos que você precisa conhecer.

escrição da imagem: a imagem mostra a bandeira do estado de São Paulo tremulando no alto do edifício Altino Arantes, popularmente conhecido como Banespão.

(Fonte Pinterest)

Pinacoteca

O que fazer em São Paulo? Muita gente conhece mas nunca foi de fato à Pinacoteca do Estado de São Paulo. Além de ser belíssimo na parte de fora, esse museu guarda conhecidas obras de artistas plásticos e esculturas em seu interior. Localizada no bairro da Luz e projetado no século XIX, a Pinacoteca começou com um acervo de apenas 26 quadros e hoje conta com mais de 9 mil obras de renomados artistas como Anita Malfatti, Candido Portinari e Benedito Calixto.

Descrição da imagem: a fotografia mostra a parte oeste da Pinacoteca do Estado, com uma de suas entradas laterais. A sua parte externa é ornamentada com tijolinhos de cor amarronzada, enquanto uma escada de cor branca e o nome “Pinacoteca” em vermelho chamam a atenção na imagem.

(Fonte Istock)

Pavilhão Japonês

Localizado dentro do Parque do Ibirapuera e pouco conhecido pela grande multidão, o Pavilhão Japonês é um ponto de paz dentro da maior cidade do País. Inspirado na arquitetura do Palácio Katsura, na cidade de Quioto, o Pavilhão foi entregue pela comunidade japonesa em homenagem ao aniversário da cidade em 1954. O local conta com um lago de carpas, exposições artísticas e apresentações musicais durante o ano todo.

Descrição da imagem: A imagem mostra o lado de fora do Pavilhão Japonês. A área para transitar é feita de cascalho cinza, enquanto atrás de uma cerca de bambu cascalhos de cor branca compõem o solo de um pinheiro negro imponente. O Pavilhão feito de madeira está logo atrás.

(Fonte Pinterest)

Cripta da Catedral da Sé

Escondida dentro de um dos maiores símbolos de São Paulo, a cripta da Catedral da Sé fica localizada abaixo do altar principal da igreja. Por meio de visitas monitoradas, você pode conhecer os 619 metros quadrados mantidos abaixo da terra, que guardam os corpos de 15 bispos brasileiros e portugueses, além do corpo do cacique Tibiriçá, um dos primeiros nativos brasileiros a serem catequizados.

Descrição da imagem: a imagem mostra a Cripta da Sé, guardando as lápides de grandes bispos que viveram no Brasil. Pilastras de cor branca erguem um teto de cor alaranjada, enquanto o piso apresenta um quadriculado branco e preto. As lápides são todas azuis, com exceção da imagem dos enterrados e nas escrituras que estão ali.

(Fonte Pinterest)

Banespão

Outro grande símbolo da cidade, o Edifício Altino Arantes, popularmente conhecido como Banespão, fica bem no centro da cidade, localizado próximo ao Vale do Anhangabaú. De cima de seus quase 162 metros de altura, você pode ter uma vista panorâmica de São Paulo, com um alcance de visão de 40 quilômetros. O edifício ainda conta com exposições, oficinas e até uma pista de skate recentemente inaugurada por Bob Burnquist.

a fotografia foi tirada de baixo, mostrando o imponente Banespão em meio aos prédios do centro velho da cidade de São Paulo. A bandeira do estado tremula de cima dos seus 35 andares.

(Fonte Pinterest)

Instituto Tomie Ohtake

Com uma arquitetura futurista, o Instituto Tomie Ohtake, que recebe o nome da artista plástica japonesa, promove mostras e exposições com inúmeras obras de arte durante todo o ano. Além do acervo pessoal de Tomie, o Instituto foi casa de exposições muito visitadas nos últimos anos, como a dedicada à pintora mexicana Frida Kahlo e ao espanhol Salvador Dalí.

Descrição da imagem: a foto mostra as divertidas curvas do prédio do Instituto Tomie Ohtake. O arranha-céu tem um misto de cores que vão do azul ao roxo.

(Fonte Pinterest)

Casa das Rosas

Localizada no início da Avenida Paulista, a Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura é um dos lugares mais encantadores da cidade de São Paulo. Construída como uma mansão para um dos barões do café, hoje o casarão é dedicado à poesia e literatura, recebendo oficinas e exposições com os temas. O nome da casa vem do seu jardim, que é lotado de rosas, sendo o local ideal para tirar uma foto e esquecer que está bem no centro da agitada São Paulo.

Descrição da imagem: a imagem apresenta a Casa das Rosas sendo vista da Avenida Paulista. O casarão de dois andares está atrás de portões de ferro. Um casal é fotografado em uma das sacadas do piso superior.

(Fonte Pinterest)

Centro Cultural Banco do Brasil

Quando você busca em São Paulo o que fazer, não se esqueça do Centro Cultural Banco do Brasil, o CCBB. Nele, diversos artistas plásticos e escultores expõem suas obras, além de ocorrerem apresentações de companhias de teatro, músicos e filmes de produtoras independentes. O espaço ainda conta com um café no térreo, pois não há nada mais paulistano do que tomar um café no centro, né?!

Descrição da imagem: a foto mostra o CCBB à noite, com todas as suas luzes acesas. O imponente edifício fica bem em uma esquina, o que explica o estilo arquitetônico clássico.

(Fonte Pinterest)

Casa de Vidro

Um dos São Paulo pontos turísticos menos conhecidos dessa lista, a Casa de Vidro ainda é uma atração “nova” na cidade. Oficialmente chamada de Instituto Lina Bo e P.M. Bardi – em homenagem a dois ícones da arquitetura modernista no Brasil -, a Casa de Vidro era a residência do casal até virar um instituto em 1990. Além da arquitetura lindíssima e a fachada composta por vidros, a casa conta com o acervo pessoal do casal, constituído por obras de arte, esculturas, projetos e desenhos, além de mais de 17 mil fotografias.

Descrição da imagem: a imagem mostra a Casa de Vidro no Bairro do Morumbi em São Paulo. Em meio a uma mata fechada, todas as paredes externas da casa são feitas de vidro, sendo ela erguida por pilastras cinzas.

(Fonte Pinterest)

Elevado Presidente João Goulart (Minhocão)

Quem passa pelo Minhocão de segunda a sexta-feira estranha a calma e o lazer que esse lugar proporciona nos fins de semana e feriados: o barulho de motores e buzinas é substituído pelo som de correntes de bicicletas e latidos de cães, pois o Elevado é aberto ao público nesses dias, tornando-se um verdadeiro parque no meio de São Paulo. Vale alugar uma das bicicletas disponíveis em diversos pontos da cidade e percorrer seus 3,4 quilômetros de extensão.

Descrição da imagem: a imagem mostra ciclistas e inúmeros pedestres aproveitando o fim de semana no Elevado Presidente João Goulart, comumente conhecido como Minhocão.

(Fonte Pinterest)

Museu da Imagem e do Som

O Museu da Imagem e do Som (MIS) vem ganhando muita notoriedade na cena dos museus de São Paulo, trazendo exposições itinerantes muito visitadas por paulistanos e batendo recordes todos os semestres – como foi o caso das exposições do Castelo Rá-Tim-Bum, David Bowie, Renato Russo e Tim Burton. O espaço ainda conta com exposições permanentes com um vasto acervo de fotografias, filmes, vídeos e músicas.

Descrição da imagem: a fotografia mostra o MIS do lado de fora, mostrando a sua arquitetura modernista na cor branca.

(Fonte Pinterest)

Praça do Pôr do Sol

Para terminar o dia, a Praça do Pôr do Sol, como é conhecida popularmente a Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros, é perfeita se você quer assistir ao fim de tarde mais famoso de São Paulo. Ela fica no alto de uma das ladeiras do bairro de Pinheiros e, por conta da ausência de grandes prédios à sua frente, é possível ter uma vista panorâmica do bairro. Chegue cedo para ver o sol ir embora, aproveitando o clima do local, que é muito visitado por jovens e diversas tribos.

Descrição da imagem: A imagem mostra a Praça do Pôr do Sol com muitas pessoas sentadas na grama e nas muretas presentes no local. No céu, um bonito espetáculo laranja entretém os espectadores.

(Fonte Pinterest)

Não é de São Paulo e ficou com vontade de conhecer esses pontos turísticos? Com as passagens para São Paulo, você pode ver e experimentar pessoalmente todos os atributos que a maior cidade do País pode oferecer.

Com as passagens aéreas e os pacotes de viagens do ViajaNet, você pode conhecer esse e outros lugares do Brasil e do mundo. Fique de olho no blog do ViajaNet para mais dicas como essa!