Atrás apenas da CN Tower, a Casa Loma recebe cerca de 350 mil turistas por ano, que buscam um passeio encantador tomado por elegância e graça que se misturam ao visual e à rica história de um castelo no meio da cidade de Toronto. Conheça mais sobre um dos principais pontos turísticos do Canadá, aqui, no blog do ViajaNet.

Casa Loma

No bairro de Casa Loma, um dos mais sofisticados bairros de Toronto, mais precisamente na rua Austin Terrace com a esquina da Davenport Hill, fica uma das construções mais ricas arquitetonicamente do Canadá, a Casa Loma.

O castelo foi idealizado e construído para ser a residência de Sir Henry Mill Pellatt, um grande financista e empresário canadense que fez fortuna sendo o principal fornecedor de energia elétrica para a cidade de Toronto no início do século XX. Entre 1911 e 1914, Sir Henry decidiu construir um castelo de arquitetura neo românica para ser sua residência oficial durante o inverno canadense, onde a temperatura de Toronto chega a temíveis 7º C negativos. Cerca de 100 homens foram contratados para a construção da casa, mas, em 1914, as obras foram interrompidas por causa do início da Primeira Guerra Mundial.

Nunca finalizada, a Casa Loma Toronto teve de ser leiloada após o fim da guerra. Sir Henry devia cerca de 1,7 milhão de dólares canadenses (20 milhões nos valores atuais), o que o levou à falência. Todos os seus bens e objetos, incluindo a residência, foram confiscados pela prefeitura de Toronto e postos em leilões.

O que fazer em Casa Loma?

Se você procura o que fazer em Toronto, a Casa Loma é um passeio que você não pode perder. Durante o ano, cerca de 250 eventos acontecem no castelo de 17 mil metros quadrados, que hoje funciona como um museu. As peças que são apresentadas em seus cômodos levam o turista a uma perfeita viagem no tempo. A mobília e os objetos de decoração originais, além de obras de arte de diversas partes do mundo, são as principais atrações dentro do castelo.

Com 98 quartos e 39 banheiros, a Casa Loma é a maior residência do Canadá. A construção inclui características notáveis, reflexo de todo o luxo e dinheiro que Sir Henry ostentava na época. A casa conta com um elevador, um forno de 6 metros quadrados (espaço suficiente para assar um boi adulto), passagens secretas no escritório de Sir Henry, túnel subterrâneo que atravessa todo o terreno da casa, uma pista de boliche, 59 telefones, estábulo para 50 cavalos, estufa interna, um jardim gigantesco na parte de fora, biblioteca, tubos internos para dois órgãos e muito mais.

Depois de ser leiloado, em 1923, o castelo serviu como cassino, hotel, clube noturno e sede do governo canadense durante a Segunda Guerra mundial até ser aberta ao público nos anos 1950.

Um dos pontos altos da Casa Loma é a cúpula de vitrais do Jardim de Inverno, que produz um visual bonito dentro da residência. Você também pode se aventurar pelo túnel que atravessa o castelo e caçar fantasmas que, segundo as lendas populares, assombram o labirinto e as passagens secretas.

arquitetura casa loma

Quer conhecer a Casa Loma e outros lugares da maior cidade do Canadá? Confira nossas passagens para Toronto e aproveite esse lindo ponto turístico.

Continue no blog do ViajaNet para mais dicas como essa e confira nossas ofertas em passagens aéreas no site!