Como aproveitar seu tempo livre no Rio de Janeiro nas Olimpíadas 2016

Um dos eventos mais esperados de 2016 são as Olimpíadas, principalmente para os brasileiros locais. Essa é a primeira vez que os jogos acontecerão em terras sul-americanas desde a primeira realização do evento, em 1896.

Em seu primeiro evento, realizado em Atenas, apenas 9 modalidades eram disputadas para a entrega das medalhas olímpicas. Hoje, esse número é surpreendentemente maior, com cada vez mais esportes integrando as categorias da disputa.

Em 2016, o número de modalidades é 42, com 2 novos esportes incluídos na lista: o rugby e golfe. Esse crescimento desde sua primeira realização é resultado de investimentos bilionários na divulgação do evento, refletindo também na economia dos países sedes das olimpíadas, que acontecem de 4 em 4 anos.

Em 2014 o Brasil se viu em uma grande festa durante a Copa do Mundo, com turistas em todo lugar, bandeiras verde, amarelo e azul, vuvuzelas e muita comemoração. Em 2016 não será diferente, e essa comemoração estará concentrada na cidade maravilhosa: o fantástico Rio de Janeiro.

A decisão da sede aconteceu em 2009, e desde então os brasileiros estão ansiosos para que esse evento histórico finalmente aconteça.
Esse momento chegou: hora de vestir sua camisa verde e amarela, conhecer os turísticas dos países que irão competir e torcer pelo Brasil.

A cidade do Rio de Janeiro está repleta de pontos turísticos clássicos, como o Pão de Açúcar, o Arpoador, a Vista Chinesa e o lendário Cristo Redentor, entre outras paisagens paradisíacas. O que muitos não conhecem são as cidades ao redor do município, cheias de pontos históricos, culinárias variadas e população diversa.

Nos dias livres dos jogos, para quem irá visitar o Rio ou é morador local, ótimas oportunidades rodeiam o município carioca. Por isso, separamos 5 destinos para que você possa conhecer melhor a cultura e diversidade não só da capital do Rio de Janeiro como também suas regiões vizinhas.

Petrópolis

Petrópolis

Para fugir um pouco da movimentação intensa da Copa, Petrópolis é uma ótima opção, contando com museus surpreendentes. O município fica a apenas 64 km da cidade do Rio e é nele que está situado o palácio imperial, construído em 1845 para receber a família real. Dentro do palácio você encontra documentos, joias e outros pertences da realeza.

Aproveite e conheça também o palácio da Quitandinha, antigo cassino carioca com salões abertos para visitação.

Petrópolis é uma cidade serrana e cheia de paisagens belíssimas. Se você quer curtir seu tempo livre durante as Olimpíadas, certamente vai adorar o município.

Ilha Grande

Considerado o arquipélago com as praias mais bonitas do sudeste, Ilha Grande oferece não só paisagens magnificas, como também entretenimento nos passeios feitos nas mais de cem praias da ilha.

As águas cristalinas e areias brancas conquistam os turistas de todo o mundo. Entre as centenas de passeios da ilha se destaca o mergulho. Para os habilitados no esporte, o mar de Lopes Mendes apresenta uma vida marinha diversificada, repleta de belezas e surpresas.

Búzios

Búzios

É hora de se divertir com as atrações de Búzios. Uma das cidades mais badaladas do estado do Rio de Janeiro, Búzios é privilegiada com paisagens paradisíacas, bares descolados e boates por todo a região. Além disso, as lojas de grife se destacam nas atrações da cidade, com variedade das marcas internacionais mais conceituadas do mundo.

Não deixe de conhecer as noites badaladas nas boates Pacha e Previlege Buzios.

Niterói

Niterói

Niterói está bem perto da cidade do Rio: apenas 13 quilômetros da capital. Em menos de uma hora de carro ou ônibus, você chega ao seu destino.

A cidade é conhecida pelo prestigiado Museu da Arte Contemporânea, símbolo da arquitetura moderna. O projeto foi criado pelo arquiteto Oscar Nieyemer em 1996 e desde então é o cartão de visita de Niterói.

Praias bem conceituadas também estão na lista de passeios para você e sua família aproveitar o tempo livre. Não deixe de visitar as praias de São Francisco e Charitas.

Paraty

Paraty

Paraty é prestigiada com ilhas paradisíacas visitadas por turistas o ano todo. Mas não é só esse o cartão de visita da cidade: seu centro histórico conta com comércios, restaurantes e casas com construções coloniais que deixam o visual da cidade ainda mais belo.

É o lugar perfeito para passear a pé, aproveitar o clima tropical e visitar comércios de lembranças, privilegiados com artesanatos de todos os tipos.

Conheça também a Ilha Comprida, Praia Vermelha e Ilha do Pecado.

Confira 4 destinos incríveis para aproveitar o inverno no Brasil

O Brasil é internacionalmente conhecido por seu clima tropical, com ótimas opções e destinos para quem quer curtir as altas temperaturas características do país. Desde praias paradisíacas no litoral até cidades encantadoras no interior, não há dúvidas de que o Brasil conta com infinitas opções para aproveitar o clima mais quente. Mas, além disso, o que muitos não sabem é que também é possível curtir a época mais fria do ano sem ter que ir ao exterior.

Das temperaturas abaixo de zero na Serra Catarinense, a região mais fria do país, ao aconchego de Guaramiranga, no Ceará, os brasileiros podem encontrar destinos que oferecem muito charme e conforto. As melhores cidades de inverno no Brasil garantem tudo aquilo que os turistas mais esperam: um bom chocolate quente, fondue, pousadas encantadoras, lareiras. Então, que tal aproveitar que o inverno está logo aí e preparar as malas? Confira aqui 4 destinos incríveis para aproveitar o inverno no Brasil!

Gramado

Gramado

Um dos destinos mais famosos no país, Gramado atrai centenas de turistas pelas diversas atrações e encantos que oferece. Seja pelo ambiente em estilo europeu e pelo clima frio, ou pelos cobiçados cafés coloniais, vinhos e chocolates, a cidade gaúcha está entre as melhores opções para quem quer curtir o frio do inverno com muito charme e conforto. O pequeno município – de apenas 34 mil habitantes – ainda conta com o Festival de Cinema, realizado durante o inverno.

Guaramiranga

Guaramiranga

É possível sentir frio no Ceará! Situada no Maciço de Baturité, Guaramiranga apresenta médias anuais de temperatura por volta dos 20º C, mas, no inverno são registrados números ainda mais baixos. Uma das principais atrações da cidade é o Festival de Jazz e Blues, que atrai milhares de turistas. Além disso, vale conhecer o Parque das Trilhas, uma área envolta pela Mata Atlântica que oferece caminhadas e trilhas ecológicas, além de atividades de aventura, como rapel e tirolesa.

Monte Verde

Monte Verde

A cidade mineira está entre os melhores destinos para os amantes do frio e do aconchego das montanhas. Além do passeio matinal pelas ruas cobertas de geada, quem visita Monte Verde tem a opção de praticar diversas atividades de aventura, como arvorismo, trekking, tirolesa e paintball. As atrações gastronômicas também merecem destaque: estão no cardápio sopas, fondues, chocolates, queijos e uma extensa cartilha de vinhos. Vale a pena a visita!

Petrópolis

Petrópolis

Localizada no interior do Rio de Janeiro, a charmosa e histórica Petrópolis conserva construções da época de D. Pedro II. Assim, os turistas podem conhecer e se encantar com os casarões e palacetes que remontam a séculos passados. Quem optar por esse destino ainda poderá contar com ótimas opções de hotéis e pousadas, que irão garantir um clima aconchegante e agradável. A gastronomia da cidade também se destaca, já que seis dos seus restaurantes foram premiados com uma estrela no Guia Brasil 2014.

Conheça a gastronomia de 4 destinos na América do Sul

O turismo gastronômico vem ganhando cada vez mais espaço e força no setor de viagens, pois as pessoas viram que a comida é um reflexo histórico e cultural do lugar. Dessa forma, essa classe de turistas vem se destacando e ganhando mais atenção em alguns destinos ao redor do mundo.

Na América do Sul, a gastronomia é muito diversificada e repleta de pratos típicos que chegam a ser irresistíveis só de olhar. A soma das diferentes floras e climas resultaram em pratos coloridos, saborosos e atrativos para o turismo gastronômico.

Peru

ceviche - Peru

No Peru, é possível encontrar uma das mais deliciosas e interessantes culinárias do mundo. Como o destino é composto por águas frias em seu litoral, a melhor pedida é experimentar os melhores pratos com peixes e outros frutos do mar. O mais famoso prato é o ceviche – considerado uma das 7 maravilhas gastronômicas do mundo –, feito com peixes frescos, cebola roxa, suco de limão, pimenta e sal.

Venezuela

Gastronomia - Venezuela

Prepare-se para ter a sensação de estar experimentando o melhor da gastronomia europeia, africana e indígena – pois a gastronomia venezuelana é a mistura perfeita desses lugares, com explosão de sabor a cada prato. As receitas em geral são à base de tubérculos, farinhas e carnes.

Chile

Chile

Famoso pela ótima produção de vinhos, o Chile também proporciona a degustação de pratos deliciosos como o charquicán, prato mais típico do país, feito com uma mistura de verduras e carnes, também acompanhadas de cebolas preparadas em escabeche – molho típico da gastronomia do al-Andalus, sendo preparado para dar mais sabor ao prato e também para conservar o alimento por mais tempo.

Argentina

Gastronomia - Argentina

Para os brasileiros, a culinária argentina é um pouco mais familiar. A gastronomia argentina é o reflexo da colonização, contando também com diversas receitas espanholas e italianas. Além disso, também há uma influência da cultura guarani, principalmente pelo uso da mandioca e abóbora em muitas receitas. Um dos pratos mais procurados é o “asado argentino”: um churrasco feito de uma maneira diferente, onde é possível experimentar os melhores cortes do alimento.

Ecoturismo de inverno: onde encontrar?

Bonito, no Mato Grosso do Sul

Na época de inverno, os destinos mais procurados são as cidades tradicionais dessa estação. Entre elas, campos do Jordão e Gramado são as mais procuradas, e oferecem atividades turísticas voltadas para aproveitar o mês de julho. Apesar disso, há quem prefira um roteiro mais radical e cheio de aventura, juntamente com um clima mais quentinho. Assim, a melhor opção são as cidades que oferecem ecoturismo!

O Brasil é repleto de destinos que possuem paisagens paradisíacas e, com a difusão do turismo de aventura, milhares de cidades foram se abrindo para os turistas. Em sua maioria, são cidades que apostam em suas belezas naturais e que servem para conectar o viajante com a natureza. E essa é uma das principais qualidades desse tipo de viagem.

No Centro-oeste do país, em Bonito, no Mato Grosso do Sul, fica um dos lugares mais procurados para o ecoturismo. A pequena cidade abriga paisagens naturais como cachoeiras, rios de água transparente, trilhas, grutas e muito mais. Entre os pontos turísticos que não podem faltar no roteiro estão o Abismo Anhumas, a Gruta do Lago Azul, o Aquário Natural de Baía Bonita e a Cachoeira Boca da Onça.

No Nordeste os destinos são vários! A começar por Fernando de Noronha, em Pernambuco: a ilha possui um dos visuais mais impressionantes. Conhecida pelas praias de beleza única, o arquipélago oferece a oportunidade de mergulhar pelas águas claras. Os principais locais para a atividade são a Baía do Sueste, o Porto de Santo Antônio e o Morro de Fora. Quem prefere uma caminhada por trilhas pode escolher as do Golfinho ou do Leão. O Morro dos Dois Irmãos não pode faltar na viagem. Lá, o turista encontra praias e construções históricas.

Brotas não pode faltar aqui. A cidade do interior paulista é uma das mais procuradas pelos apaixonados por adrenalina. Entre os esportes que os turistas podem praticar estão o cicloturismo, rafting, rapel, escalada, tirolesa, arvorismo e outros. Crianças, adolescentes e adultos podem se aventurar. Como o destino oferece tanta diversidade de atividades, praticantes mais experientes também frequentam o lugar.

Seja qual for o destino, não se esqueça de comprar as passagens com antecipação, fazer as reservas do hotel e planejar o roteiro de viagem. Além disso, fique atento quanto à documentação necessária para viajar caso esteja acompanhado de crianças. Com tudo pronto, é só partir e aproveitar!

Os melhores lugares do mundo para ver o pôr do sol

Viajar é sempre uma experiência positiva, seja a trabalho ou para conhecer novos destinos. Conhecer outros cenários pode mudar totalmente a maneira como interpretamos aquilo que nos rodeia, criando uma bagagem cultural que contribui para toda a visão que temos do mundo.

Para inspirar os seus próximos roteiros de viagem, reunimos algumas sugestões para quem gosta de apreciar uma bela paisagem. Veja alguns dos lugares onde assistir ao pôr do sol será um momento púnico e inesquecível.

Presidente Epitácio – São Paulo

Considerado o pôr do sol mais bonito de todo o Brasil, a vista de Presidente Epitácio, na divisa entre Mato Grosso do Sul e São Paulo, é um deleite para os olhos. O sol se põe sob as águas do Rio Paraná, logo atrás da ponte que liga os estados. O resultado é um espetáculo dourado, que mescla a luz alaranjada do final da tarde com os reflexos de sua luz sobre as águas calmas do rio.

Pedra do Arpoador – Rio de Janeiro

Pedra do Arpoador – Rio de Janeiro

Diariamente, vários grupos de pessoas se reúnem em um dos mais belos cartões-postais do Rio de Janeiro para se deslumbrar com o pôr do sol. A cena, que mistura as cores do mar com os tons quentes do céu, é emoldurada pelas belas montanhas locais. Os entornos e as areias da praia também são pontos estratégicos para contemplar esse belo fenômeno natural.

Jericoacoara – Ceará

Jericoacoara – Ceará

A paisagem de Jericoacoara é de impressionar a qualquer hora do dia, graças às suas praias de águas cristalinas e areia branca. Mas esse lugar paradisíaco ainda reserva para seus visitantes a famosa Duna do Pôr do Sol, que oferece um espetáculo de cores que pode ser admirado de um lugar privilegiado e com visão panorâmica.

Angkor Wat – Camboja

Angkor Wat – Camboja

Repleta de templos que parecem ter sido retirados dos mais belos contos fantásticos, Angkor Wat é o destino perfeito para quem gosta de locais históricos. Ao cair da tarde, a região se torna ainda mais surreal quando o pôr do sol pinta cores ainda mais deslumbrantes no horizonte.

Uluru – Austrália

Uluru – Austrália

A mistura perfeita das cores da natureza pode ser contemplada em um dos mais famosos cartões-postais da Austrália. Quando o sol se põe sobre a grande montanha Uluru, cria-se um contraste único entre as cores das pedras, rica em minérios que emitem luz, e a luz solar. Isso cria um efeito belíssimo em que o monte parece mudar de cor, tornando-se vermelho e contrastando com o céu e a vegetação local.

Grand Canyon – Estados Unidos

Grand Canyon – Estados Unidos

O Grand Canyon já é, por si só, uma das formações geológicas mais imponentes do planeta. Durante o pôr do sol, o cenário ganha ainda mais beleza com os contornos que as luzes e sombras dos últimos raios solares formam sobre o local de coloração avermelhada.

Maasai Mara – Quênia

Maasai Mara – Quênia

Os amplos campos do parque de preservação mais famoso do Quênia, Massai Mara, abrigam uma fauna selvagem incomparável. Mas a região também é o palco de um pôr do sol de cores vivas e intensas, que reluzem sobre uma imensidão de planícies e por entre as enormes árvores da região.

Europa: um tour pelos festivais de música de verão

Europa: um tour pelos festivais de música de verão

Os europeus aguardam ansiosamente a chegada do verão, que coincide com o início de diversos festivais, da mesma forma que o Brasil anseia anualmente pelo começo do Carnaval. A temporada de festivais na Europa acontece de junho a agosto, com festas para todos os gostos. Confira a seguir os principais eventos da temporada:

Exit Festival

Considerado o melhor festival europeu de verão pelo portal European Best Destinations, o Exit acontece anualmente na cidade de Novi Sad, na Sérvia. O megafestival dura quatro dias e foi criado com a missão de lutar pela paz e democracia na Sérvia e nos Balcãs.

O Exit conta com mais de 600 performances musicais, que se apresentam no histórico Petrovaradin Fortress, uma fortaleza romana às margens do rio Danúbio, o que torna a festa ainda mais especial. Neste ano, a programação conta com Bastille, David Guetta, Ellie Goulding, Wiz Khalifa, entre outros. O Exite Festival será realizado de 7 a 10 de julho.

Festival Internacional de Benicàssim (FIB)

O FIB, como é popularmente chamado, acontece na cidade espanhola praiana de Benicàssim, localizada na comunidade valenciana de Castellón. O festival também tem duração de quatro dias e acontece de 14 a 17 de julho deste ano. Entre os artistas mais conhecidos que irão se apresentar em 2016, estão The Chemical Brothers, Muse, Kendrick Lamar e Jamie XX.

Glastonbury Festival

O Glastonbury Festival é inspirado na cultura hippie e, atualmente, é o maior evento musical ao ar livre do mundo. A festa acontece na cidade inglesa de Pilton e reúne milhares de pessoas, que se encontram para curtir os mais de 15 palcos de shows.

Além das apresentações musicais, o festival é famoso por ser um palco aberto para outras expressões performáticas, como teatro e circo. Em 2016, o Glastonbury será realizado entre os dias 22 e 26 de junho. Coldplay, Muse, Adele, Beck, PJ Harvey e New Order são alguns dos artistas confirmados nesta edição.

Rock Festival Werchter

O rock’n’roll é o ritmo que comanda a cidade de Werchter, na Bélgica, entre os meses de junho e julho. O Rock Festival Werchter é conhecido pelos amantes de música por reunir grandes nomes, como as bandas Oasis e Metallica, em um curto espaço de tempo.

Neste ano, o evento contará com a presença do ex-Beatle Paul McCartney e das bandas Kaiser Chiefs, James Blake e New Order. O festival está previsto para acontecer de 30 junho a 3 de julho.

Sónar Festival

O Sónar Festival, que já possui edição no Brasil, acontece desde 1993 na charmosa cidade de Barcelona, na Espanha. Ali, os melhores DJ’s do mundo se encontram para animar um público que cresce a cada ano. Além das pistas agitadas, o Sónar Festival tem um forte apelo tecnológico e criativo, que tornam os shows ainda melhores conforme o tempo vai passando. A edição de 2016 será realizada entre os dias 16 e 18 de junho, e contará com Acid Arab, Awwz, Gerd Janson, Kelela, Lemonick e muito mais.

Conheça as belezas da fascinante Ilha de Páscoa

Conheça as belezas da fascinante Ilha de Páscoa

Um dos lugares mais instigantes do mundo é, com certeza, a fascinante e isolada Ilha de Páscoa, conhecida como Rapa Nui na cultura nativa. O território é a última fronteira da América do Sul, fica localizado no Oceano Pacífico, a cerca de 3.600 quilômetros da costa oeste do Chile, sendo oficialmente uma província deste país.

Conhecida mundialmente por suas enormes estátuas de pedra vulcânica conhecidas como moais, a Ilha chama a atenção dos visitantes pelas proporções das esculturas que possuem de 1 a 10 metros de altura e pesam toneladas. Segundo pesquisadores, as estátuas são o último legado do povo nativo da Ilha de Páscoa já que sua escrita e cultura praticamente desapareceram juntamente com os primeiros habitantes do local.

Algumas teorias afirmam que o declínio da civilização rapanui foi consequência do isolamento geográfico da região e do desgaste do solo, que foi ficando infértil com o passar dos anos. Outras linhas de pensamento sustentam que a concentração populacional da Ilha de Páscoa decaiu após a chegada dos europeus.

De qualquer forma, os nativos da Ilha construíram uma civilização próspera, com técnicas agrícolas bastante sofisticadas para o período. Mas o que mais impressiona os visitantes é a destreza dos povos antigos em esculpir e mover os imensos blocos de pedra. Apesar das muitas teorias, o mistério das estátuas continua a instigar e estimular a imaginação de crianças e adultos.

Como chegar à Ilha de Páscoa?

Quem deseja embarcar em uma viagem emocionante para conhecer a Ilha de Páscoa precisa estar preparado para encarar uma longa jornada. Mesmo estando localizada na América do Sul, o território é bastante distante do Brasil e um dos pontos mais isolados do planeta. Mas escolhê-la como destino final pode ser uma boa oportunidade para fazer pequenas paradas em lugares estratégicos ao longo do percurso.

Uma ideia é escolher o Chile ou o Peru como ponto de parada na viagem. No Chile, uma opção interessante é conhecer Santiago e cidades mais distantes da capital, como Valparaíso. Já para os viajantes que desejam incluir o Peru no roteiro, a capital Lima é rica em atrações culturais e gastronômicas. Saindo de qualquer um desses países, a única alternativa para chegar à Ilha de Páscoa é de avião. Partindo da capital chilena, há oito voos diários, e a duração do trajeto é de seis horas.

O que fazer na Ilha de Páscoa?

Com raízes essencialmente polinésias, a Ilha de Páscoa é repleta de paisagens de tirar o fôlego. Entre as principais atrações do local está o mar azul, o relevo e a vegetação característicos de regiões vulcânicas. É possível fazer diversas trilhas pelo local de bicicleta ou andando, e percorrer uma paisagem bastante diferente do convencional.

Na única cidade da Ilha, Hanga Roa, estão concentradas as principais atividades do local como restaurantes, hotéis, aeroporto e centros turísticos que oferecem aos turistas serviços como mergulho, passeios de caiaque, trilhas e excursões às ilhotas que ficam nos arredores da Ilha de Páscoa. Os melhores passeios são aqueles que passam pelos vulcões e pela aldeia cerimonial de Orongo.

Além disso, os visitantes podem conhecer praias tranquilas e desfrutar de pratos típicos do local. A gastronomia da Ilha de Páscoa é bastante semelhante à do Chile, sendo formada principalmente por pescados e outros frutos do mar, combinados com vinhos surpreendentes. Mas, para quem quer desfrutar de uma verdadeira experiência gastronômica, vale a pena investir no cardápio diferenciado oferecido por alguns hotéis, com carnes e legumes cozidos em fogo de chão sob folhas de bananeira.

5 praias do Nordeste Brasileiro para fugir do frio do inverno

Viajar para buscar algo diferente é sempre uma boa opção. Mesmo que uma cidade se pareça com algum lugar que você já viu na televisão ou já visitou, é sempre possível se surpreender. Em um país com dimensões tão grandes como o Brasil, essas surpresas podem ser ainda maiores e significativas para tornar seu período de férias em algo inesquecível e único.

No inverno, enquanto as temperaturas caem na maior parte do país, é normal que algumas regiões continuem com os termômetros mais altos. No nordeste brasileiro o verão dura praticamente o ano inteiro e vale a pena escolher uma de suas belas praias para fugir do frio que chega com o outono e o inverno. As férias do meio de ano são a oportunidade ideal para isso!

Conheça alguns dos destinos que farão a diferença em seu roteiro em busca de mais sol e calor!

Trancoso, BA

Trancoso, BA

Localizada a 750 km da capital baiana, Trancoso é uma charmosa vila de pescadores onde você encontra praias com abundante natureza e muita tranquilidade. Nos últimos anos a região ficou conhecida internacionalmente como um destino de ecoturismo, mas ainda assim mantém sua autenticidade e exclusividade.

Além de aproveitar as belíssimas praias, passear e fazer compras pelo centro da cidade, em Trancoso também é possível caminhar até Arraial d’Ajuda e aproveitar os bares e restaurantes que ficam na orla.

Jericoacoara, CE

Jericoacoara, CE

Jericoacoara está no litoral do Ceará e fica a aproximadamente 300 km de Fortaleza. Ela é considerada uma das mais belas e românticas praias do país, com esplêndidas lagoas cristalinas, dunas e um mar mais calmo e agradável, que criam uma paisagem paradisíaca.

Os ventos da região também foram responsáveis por esculpir as formações rochosas que estão à beira-mar. Uma delas é a Pedra Furada, um dos pontos mais visitados da região e localizado a apenas a meia hora de caminhada da vila. Os ventos também são importantes nos meses de inverno e primavera por criarem a atmosfera perfeita para os esportes como wind e kitesurf.

Morro de São Paulo, BA

Morro de São Paulo, BA

A paradisíaca Morro de São Paulo, na Ilha Tinharé, é um dos destinos mais populares do litoral baiano. Suas belas praias, localizadas a aproximadamente 240 km de Salvador, justificam essa popularidade. Os turistas que vão até o lugar encontram um destino com praias mais escondidas e reservadas.

Para se locomover no Morro de São Paulo, você pode optar por uma caminhada ou um passeio de barco. As caminhadas podem te conduzir aos monumentos históricos e também às praias, lugares perfeitos para apreciar o pôr do sol. Enquanto os barcos são ideais para te levar a pequenos pedaços deste paraíso baiano. Durante a noite, luaus e happy hour em esteiras e almofadas nos bares são as melhores opções para aproveitar o destino!

Maragogi, AL

Maragogi, AL

Com 22 km de areias brancas contornadas por coqueirais e águas calmas e límpidas, Maragogi, no litoral de Alagoas, conquista qualquer visitante. Boas opções de hospedagem, desde luxuosos resorts até pequenas pousadas confortáveis, a beleza natural é o principal cartão-postal da região, assim como as suas piscinas naturais a apenas 6 km da costa.

Uma das principais atrações do local, os aquários naturais conseguem encantar os turistas de todas as idades, podendo mergulhar com peixes coloridos e ver diversas espécies de corais. Entre as praias mais buscadas estão a Ponta de Mangue e Burgalhau. A culinária do lugar também merece um destaque especial!

Porto de Galinhas, PE

Porto de Galinhas, PE

Porto de Galinhas se tornou um dos destinos mais buscados entre os turistas brasileiros no momento de viajar para um destino ensolarado. Suas areias e seus coqueirais, assim como as águas mais tranquilas e as piscinas naturais, fizeram com que a região tivesse de contar com uma boa oferta de hotéis, pousadas e resorts, para que Porto de Galinhas continuasse um destino irresistível.

Portanto, seja para nadar em suas belas piscinas naturais ou para fazer um passeio de barco para chegar em paisagens ainda mais surpreendentemente belas, são várias as opções de lazer nesse ambiente paradisíaco. A gastronomia também merece um destaque especial, principalmente nos restaurantes mais típicos que circundam as praias e garantem uma vista privilegiada para o mar e outros pontos naturais de Porto de Galinhas.

Destinos alternativos para curtir o inverno brasileiro

Os termômetros já começaram a cair na maior parte do Brasil, e não vai demorar muito para as férias de julho chegarem.

Para os viajantes que são fãs do inverno e que procuram fugir dos pontos turísticos mais tradicionais desta época do ano, reunimos alguns destinos diferentes para aproveitar o clima frio dessas cidades tranquilas, charmosas e que renderão excelentes paisagens.

É possível economizar com as passagens aéreas e hospedagem, e desfrutar das mais belas paisagens invernais sem sair do Brasil. Confira!

Paranapiacaba – São Paulo

Paranapiacaba – São Paulo

Localizada próxima à Serra do Mar, o pequeno e charmoso distrito de Paranapiacaba, localizado em Santo André, abriga um grande circuito cultural durante o inverno. Suas belas paisagens naturais somadas à influência da arquitetura inglesa tornam sua paisagem única e peculiar.

A neblina dá um toque muito especial aos passeios e festivais de época, repletos de música, apresentações artísticas, além de feiras e encontros animados. E para quem deseja tranquilidade e sossego, não faltam opções como museus e trilhas.

Penedo – Rio de Janeiro

5514826270_ba3f1c225b_z

Para quem sempre desejou conhecer um pouco da cultura e da tradição escandinava, Penedo é um destino imperdível. A colônia finlandesa está localizada na região serrana de Itatiaia, no Rio de Janeiro, e oferece a seus visitantes uma experiência única.

Suas pequenas joias da arquitetura e belíssima paisagem natural, somadas ao característico frio do inverno, parecem levar o viajante para um ponto muito distante do Brasil. Encantador e pacato, o distrito oferece uma rica gastronomia, com destaque para seus tradicionais chocolates artesanais.

Domingos Martins – Espírito Santo

4787779842_aac310a692_z

Com fortes traços culturais de seus antigos colonizadores italianos, pomeranos e alemães, a cidade de Domingos Martins é um excelente destino para curtir as delícias do inverno. Além das tradicionais construções de traços europeus, as formações rochosas que emolduram a cidade são um espetáculo aos olhos.

Seus picos que se erguem em meio à mata atlântica, como a Pedra Azul, são passeios imperdíveis, assim como as suas feiras de artesanato e restaurantes diversificados para todos os paladares.

Cambará do Sul – Rio Grande do Sul

8405841458_36c27e7128_z (2)

Para quem quer aproveitar as baixíssimas temperaturas do Rio Grande do Sul além do circuito de Gramado, vai adorar Cambará do Sul.

Com 1.050 metros de altitude e frequentemente visitada por ventos polares, a cidade conta com cânions de vista deslumbrante e também diversas atrações ecoturísticas.

Dotada de boa infraestrutura turística, é só chegar e sentir ambientes aconchegantes aonde quer que for.

Urubici – Santa Catarina

15899194293_701f51be16_z

Considerada uma das mais belas cidades da Serra Catarinense, Urubici é pequena, tranquila e aconchegante. Registrando todos os anos temperaturas baixíssimas e neve, a cidade oferece a seus visitantes um clima muito frio e paisagens inesquecíveis, como o Morro da Igreja, a Pedra Furada e o Morro dos Campestres.

No pequenino centro da cidade é possível encontrar excelentes restaurantes e pousadas para se aconchegar e aproveitar ainda mais as delícias gastronômicas e a hotelaria local.

Cinco destinos pouco procurados para passar a lua de mel

Maio é o mês das noivas e o que mais registra casamentos em todo o ano. Por isso, os destinos mais famosos e românticos para viagens de casais costumam ficar bastante lotados. Pensando isso, separamos uma lista de lugares românticos e menos conhecidos para que você possa desfrutar dos primeiros momentos de sua vida de casado com mais tranquilidade e conforto.

Perugia, Itália

Perugia, Itália

A pequena cidade da região da Umbria, na Itália, é uma das mais antigas do país e data de cerca de 300 a.C. Suas construções de pedra permanecem em excelente estado de conservação, criando uma atmosfera nostálgica e romântica que remete aos tempos da Europa Medieval. A Catedral de Perugia, na praça central, é uma das maiores atrações da cidade, assim como as antigas passagens subterrâneas e a centenária fábrica de chocolates Perugina.

Zaanse Schans, Holanda

Quer mergulhar no clima de romantismo e tranquilidade da Holanda sem precisar ficar em uma cidade movimentada? Zaanse Schans é a cidade ideal. Localizada a menos de 20 quilômetros de Amsterdã, a cidade também é estruturada sobre rios de canais e conta com uma grande quantidade de moinhos de vento. A paisagem exuberante é ainda emoldurada pelos campos verdes e pela grande quantidade de flores que se espelham por toda a cidade.

Porto, Portugal

Porto, Portugal

Localizada ao noroeste de Portugal, Porto é uma das cidades mais antigas do país. Localizada às margens do Rio Douro, a cidade tem uma rica vida boêmia e cultural, com uma grande quantidade de bares, pubs e outros locais onde se pode provar muitas garrafas famosas por serem os “vinhos do Porto”, dos mais respeitados do mundo.

A Torre dos Clérigos e a Livraria Lello e Irmão – na qual J.K Rowling, a escritora da saga “Harry Potter”, se inspirou para criar a escola de bruxos Hogwarts – também são paradas obrigatórias para quem visita a cidade.

Península Valdés, Argentina

Península Valdés, Argentina

Os casais que gostam de frio e natureza irão se encantar com a península Valdés, na Patagônia argentina. Além do clima romântico da região cercada por montanhas cobertas por neve e lagos congelados, a região ainda permite a realização de safáris e passeios de barco, que percorrem o local e permitem um contato maior com a fauna local, repleta da baleias e pinguins.

Maria da Fé, Minas Gerais

Para quem prefere não arriscar por temperaturas tão extremas e aproveitar o inverno mais ameno do Brasil, Maria da Fé é uma das melhores opções. A pequena cidade mineira exibe os traços da arquitetura colonial e possui uma série de pousadas e hotéis-fazenda que têm como plano de fundo as serras mineiras.

A neblina e a geada costumam ser comuns em maio, assim como temperaturas mais baixas. Por isso, a dica é aproveitar os locais que servem foundues ou sopas, saboreando ainda as delícias da culinária mineira.

São Bento do Sapucaí, São Paulo

Localizada a apenas 37 quilômetros de Campos do Jordão, São Bento do Sapucaí tem o charme da região serrana do estado de São Paulo sem a agitação das cidades mais badaladas. As trilhas e passeios estão entre as melhores opções da cidade, assim como a Capela de Mosaicos e a Monumento Natural Estadual da Pedra do Baú.

Macacos, Minas Gerais

Próxima a Belo Horizonte, Macacos conserva o clima de uma cidade do interior com uma excelente estrutura turística. A cidade possui inúmeros bares, restaurantes e hotéis, além de exibir um clima tranquilo e bucólico. Durante o dia, vale a pena conhecer as cachoeiras e quedas d’águas que cercam a cidade, aproveitando ainda mais o contato com a natureza.

« Older posts

Copyright © 2015 Blog do ViajaNet - Todos os direitos reservados

ir para topo ↑

Aguarde